Publicado em 2/19/2016 9:52:22 AM

Cohab oferece projetos gratuitos para famílias com renda até 5 salários mínimos

O serviço atende interessados em construir ou ampliar moradias até o limite de 70 metros quadrados de área construída

Famílias com renda até cinco salários mínimos, que desejam construir ou ampliar sua casa própria, podem procurar a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) para contar com um serviço gratuito de elaboração de projetos. O atendimento ainda inclui a emissão de alvará simplificado – documento que regulariza a construção e após o término da obra permite o registro do imóvel em cartório.

Para se enquadrar no benefício, a construção deve ter uso exclusivamente residencial e área máxima de 70 metros quadrados em um único pavimento. É permitida apenas uma residência por lote, todavia no caso de imóveis oriundos de projetos de reassentamento e regularização fundiária promovidos pela Cohab é autorizada a emissão de dois ou mais alvarás no mesmo terreno.

A exigência de alvará para obras de construção de moradias está definida em lei municipal. Ao final da obra, o proprietário solicita uma vistoria da Prefeitura, para obter o Certificado de Vistoria de Conclusão de Obras (CVCO). Em seguida é possível a averbação da edificação no cartório de registro de imóveis.

Não é necessário estar inscrito na fila nem ter comprado um imóvel da Companhia para requerer o projeto gratuito e o alvará simplificado. Qualquer pessoa proprietária de terreno no município de Curitiba pode procurar o Setor de Aprovação de Projetos da Cohab e fazer a solicitação.

O serviço também pode ser procurado em casos de reformas ou ampliações, desde que o total de área construída não ultrapasse os 70 metros quadrados. “Muitas pessoas acabam construindo de maneira errada por falta de orientação e depois não conseguem registrar o imóvel. Este serviço garante que a obra ou reforma seja realizada dentro do que pede a lei municipal”, afirma o presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues.

Vantagens
Em virtude de um convênio firmado entre a Cohab e o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA), a família que obtém o alvará simplificado é dispensada da contratação de responsável técnico (engenheiro ou arquiteto) para acompanhar a obra. “É uma boa economia para famílias de baixa renda que teriam dificuldade em arcar com os valores de contratação destes profissionais”, explica Rodrigues.

Os projetos são desenvolvidos de acordo com a vontade do cliente. “Existem pessoas que chegam com ideias prontas e outras que precisam de sugestões, então nossos desenhistas mostram uma série de modelos de projetos que podem ser adaptados para cada caso específico. Sempre levando em conta questões como ventilação, luz do sol e tamanho adequado dos cômodos”, explica o chefe do Setor de Aprovação de Projetos da Cohab, Ronaldo Lange.

 

Projetos
Uma equipe de arquitetos e estagiários faz o atendimento dos interessados, a partir de plantas modelos ou croqui desenhado pelo próprio dono do terreno. “Em um primeiro momento ouvimos qual é a intenção da pessoa e colocamos no papel para achar a melhor solução. Brinco que no papel podemos quebrar e construir paredes quantas vezes precisar, até chegarmos ao ideal. Problema mesmo é quebrar parede depois de construída”, ressalta o técnico da Cohab, Luciano Niendziela.

O atendimento aos interessados é prestado pelo Setor de Aprovação de Projetos da Cohab, que funciona no segundo andar da sede da Companhia, na rua Barão do Rio Branco, 45. Mais informações poderão ser obtidas nos telefones 3221-8948 e 3221-8293.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera