Publicado em 5/18/2016 10:55:54 AM

1,5 mil famílias na fila da Cohab são convocadas para imóveis na região metropolitana

Estão sendo ofertadas 832 moradias de cinco empreendimentos diferentes

No mês de maio, a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) está ofertando 832 moradias nos municípios de Araucária, Campina Grande do Sul, Fazenda Rio Grande e São José dos Pinhais para inscritos na fila da casa própria com renda acima de R$ 1,6 mil (faixas 2 e 3). Ao todo, serão 1.560 convocados para participarem de 12 reuniões explicativas sobre os empreendimentos e condições de financiamento. Ao final de cada reunião, os interessados agendam a entrega da documentação necessária para aprovação do financiamento.

É o que fez o autônomo Olandir da Silva, 62, que ao lado da esposa Tereza da Silva, 75, acompanhou a apresentação dos empreendimentos e pensa em investir o dinheiro, até então gasto em aluguel, para financiar um imóvel no Residencial Azaleias, em Araucária. “Apesar de morar no bairro Capão Raso, a gente gosta da região metropolitana. O mais importante mesmo é pagar por algo que será nosso”, diz  Olandir, confiante.

A operadora de máquinas Cleonice Aparecida Batiston, 40, saiu da reunião com planos de visitar o Residencial Canadá, também em Araucária. “Pretendo visitar o local e aproveitar pra fazer uma simulação e ver em quanto vai ficar a parcela. Pra mim vai ser ótimo morar nessa região porque é onde eu trabalho”, conta.

Vivendo de aluguel há mais de 20 anos, a dona de casa Jaqueline Fernandes, 41 anos, e o marido Marcos Ricardo dos Santos, 29, moram no bairro Fanny e estão cheios de esperança com a possibilidade de adquirir a casa própria. “Agora vamos torcer para a documentação dar certo. Moramos em um terreno com duas casas, minha mãe mora na frente e nós ficamos nos fundos. Mesmo dividindo o aluguel, continua pesado para pagar, ainda mais com criança pequena”, conta Jaqueline, que é mãe do pequeno Gael, de apenas dois anos.

Já a viúva Dinamar de Oliveira, 48, é pensionista e mora sozinha. Pagando aluguel no bairro São Braz, ela se interessou pelo Residencial Milano. “Apesar de ser do lado oposto de onde eu moro, eu vou ficar mais perto da minha filha e de muitos amigos que moram naquela região”, comemora.

O jovem casal Roselei Alves Sabino, 24, e Leandro de Moraes Tolentino, 24, paga R$ 500,00 de aluguel e pretende deixar essa fase para trás. “Gostamos das condições oferecidas pelo Residencial Milano, em São José dos Pinhais. Atualmente a gente mora no Sítio Cercado e pretendemos continuar próximos da família e do trabalho”, diz Roselei, que é recepcionista e junto com o marido, que é instalador de internet, deve aguardar os próximos passos da negociação do imóvel.

Empreendimentos
Ainda na planta, o Residencial Canadá fica próximo ao Acqua Park, em Araucária e tem duas opções de apartamentos, ambas com dois dormitórios. O condomínio I conta com 288 apartamentos e o condomínio II é composto por 112 unidades. Também em Araucária, mas no Centro, fica o Residencial Azaleias. Com 70% das obras concluídas, estão sendo ofertados 120 apartamentos.

O conjunto Residencial Marumbi, em Campina Grande do Sul, é composto por 47 casas de 63 m². Já o Residencial Green Portugal, em Fazenda Rio Grande é formado por 200 lotes de 120 m² e fica no município de Fazenda Rio Grande. Por fim, também estão sendo ofertados 65 apartamentos de dois quartos no Residencial Milano, localizado em São José dos Pinhais.

Todos os conjuntos têm investimento do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal. A oferta de imóveis na região metropolitana acontece por meio de parceria entre a Cohab e a iniciativa privada.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera