Publicado em 6/9/2017 9:55:34 AM

Prefeitura reforça ações articuladas para atender às famílias vulneráveis

Cohab e FAS vão reforçar atividades e desenvolver ções estratégicas que serão executadas no município a partir do programa Família Paranaense.

As equipes da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) e da Fundação de Ação Social (FAS) fortalecerão as ações desenvolvidas em parceria para potencializar o atendimento às famílias em situação de extrema pobreza, com maior vulnerabilidade social. O reforço nas atividades foi discutido nesta quinta-feira (8/6), na sede da Cohab, no Centro. O encontro oficializou a inclusão da Cohab em ações estratégicas que serão executadas no município a partir do programa Família Paranaense.

O presidente da Cohab, José Lupion Neto, colocou as equipes à disposição da FAS, executora do programa Família Paranaense no município, e destacou o impacto positivo do fortalecimento das ações intersetoriais para a política municipal de habitação. “Nossa missão é promover cidadania a partir da oferta da moradia digna, com qualidade e sustentabilidade”, disse Lupion. “Quanto mais intersetoriais forem nossas ações, mais eficientes seremos e melhores serão nossos resultados, seguindo o que nos foi determinado pelo prefeito Rafael Greca, de trabalharmos integrados buscando a promoção da autonomia das pessoas, especialmente aquelas em situação de extrema pobreza.”

O Família Paranaense é um programa da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social que Curitiba aderiu em fevereiro deste ano, contemplando uma importante meta estabelecida no plano de governo do prefeito Rafael Greca.

Em Curitiba, o programa é coordenado pela FAS, com ações que serão desenvolvidas por secretarias e órgãos municipais para reduzir a pobreza a partir atendimento às famílias que mais precisam do apoio do poder público.

Rede Integrada

A presidente da FAS, Larissa Tissot, explicou que a meta é atender 7.200 famílias em quatro anos. As famílias selecionadas participarão do programa por um período de dois anos, atendidas por uma rede integrada de proteção familiar, com ações planejadas em seis eixos: trabalho, assistência social, saúde, educação, segurança alimentar e habitação. As famílias em situação de extrema pobreza receberão ainda a uma transferência de renda.

“O eixo da habitação é um dos mais importantes dentro do programa”, ressaltou Larissa. Cruzar dados levantados pela FAS e Cohab sobre habitação, explicou a presidente da FAS, vai assegurar um acompanhamento mais eficaz às famílias e ações preventivas. “E nos permitirá avançar em outras parcerias, como uma maior inclusão em serviços de água e luz, além das melhorias nas habitações.”

No encontro foram apontados os profissionais da Cohab que farão parte dos comitês Local e Regional Municipal, responsáveis por planejar e acompanhar as ações com as famílias que receberão planos individualizados para atender suas necessidades.

O encontro contou com a participação do diretor de Relações Comunitárias da Cohab, Rafael Enes, a gerente do Departamento de Serviço Social, Rosemeiri Morezzi, a diretora de Proteção Social Básica da FAS, Alzenir Sizanoski Santos, e a assessora técnica Lalini Moreira Chiarello.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera