Publicado em 10/2/2017 4:30:04 PM

Mutirão da Cidadania no Cajuru termina com entrega de 157 títulos de propriedade

“Com esta entrega chegamos a 1.191 os títulos de propriedades entregues desde março deste ano, em diferentes regiões da cidade”, disse o prefeito Rafael Greca.

O prefeito Rafael Greca e o governador Beto Richa entregaram no último sábado (30/9) títulos de propriedade de imóveis para 157 famílias atendidas pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), em dez áreas da Regional Cajuru. Os documentos foram entregues durante o encerramento do Mutirão da Cidadania, evento promovido em parceria entre Prefeitura de Curitiba e o Governo do Estado e que prestou, gratuitamente, 4,8 mil atendimentos à população.

O Mutirão contou com a participação do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Foram contemplados com escrituras definitivas e Contratos de Compromisso de Compra e Venda (CCCV),  80 para famílias do Acrópole e 77  das áreas Jardim Ilha do Mel, Moradias Ouro Velho, Moradias Reno, Vila Yasmin, Vila Audi, Vila Cajuru IX, Vila Solitude 2, Bela Vista e União Ferroviária. “Com esta entrega chegamos a 1.191 os títulos de propriedades entregues desde março deste ano, em diferentes regiões da cidade”, disse o prefeito Rafael Greca.

Somente para famílias da regional do Cajuru foram 191 titulações realizadas, sendo a primeira cerimonia de entrega realizada em 1º de setembro. “Abrimos e fechamos o mês de setembro concedendo às famílias do Cajuru o direito a moradia digna”, diz o presidente da Cohab, José Lupion Neto.

Com a documentação, as famílias deixam de ser ocupantes irregulares e passam a ser as donas do imóvel, garantindo um patrimônio para filhos e netos.  “São famílias que começam agora uma nova etapa em suas vidas, com a segurança de serem oficialmente proprietários dos locais onde vivem.

Os títulos tiveram um significado especial para as famílias da Vila Acrópole, localizada a 9,5 km do centro da cidade. A área foi ocupada  irregularmente no início da década de 90, em área pertencente ao município de Curitiba. Inicialmente o terreno havia sido cedido pela prefeitura para uma associação agrícola implantar pomares, mas em meio a uma onda de ocupações irregulares que ocorreram por toda a cidade no período, a área também foi ocupada de maneira desordenada e precária.

Parte do terreno contava com restrições habitacionais por se tratar de área de preservação permanente nas margens do rio Atuba. Muitas casas foram construídas junto às margens, devastando a mata ciliar do rio e ocasionando alto risco de enchentes e alagamentos. O serviço social da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) cadastrou no local 1.038 famílias. Destas, 192 estavam vivendo em moradias precárias sendo necessário o reassentamento. Após o fim dos reassentamentos das famílias em área de risco, estão sendo realizadas obras de recuperação ambiental nas margens de rios que foram devastadas pela ocupação indevida e obras de infraestrutura.

Com ruas pavimentadas, linhas de ônibus e acesso garantido a equipamentos públicos como unidade de saúde, escola, creche, entre outros, a titulação dos lotes é a reivindicação que faltava para completar a inserção total das famílias na cidade formal.

Vilmar de Lima recebeu neste sábado o título de propriedade de imóvel no bairro Centenário. “Por meio de conversa com a Cohab, agilizei o processo, zerei o débito do proprietário anterior, passando a pagar somente a partir de agora as parcelas, e ainda consegui ampliar a casa”, ressaltou. Lima mora no imóvel de quatro cômodos com a mulher mais dois filhos.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera