Publicado em 10/27/2017 5:20:13 PM

Parolin terá sábado de mobilização para redução e coleta de resíduos

Os moradores foram convidados e aguardam motivados para participar das atividades que encerrarão a programação Semana Lixo Zero, organizada em parceria entre equipes da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), associação de moradores e a ong Coletivo Lixo Zero.

 O sábado (28/10) será dedicado à limpeza de terrenos, plantio de flores e árvores frutíferas e muita diversão nas ruas da Vila Parolin. Os moradores foram convidados e aguardam motivados para participar das atividades que encerrarão a programação Semana Lixo Zero, organizada em parceria entre equipes da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), associação de moradores e a ong Coletivo Lixo Zero. A partir das 9h, serão realizadas oficinas, palestras e atividades ambientais voltadas à participação de adultos e crianças.

Animação e boas ideias para conscientizar a comunidade sobre como produzir menos lixo e valorizar o meio ambiente não vão faltar. É o que garantem as técnicas ambientais Thaiane Santini Maia e Iracema Bernardes, envolvidas na organização das atividades desenvolvidas pela Cohab, ao longo da semana, nos conjuntos habitacionais Arapoti (CIC), Maringá (Cachoeira) e na Vila Acrópole, área no Cajuru onde está em desenvolvimento um projeto de regularização fundiária e urbanização. “As ações foram planejadas considerando as características e necessidades de cada comunidade. O intuito foi provocar uma reflexão e causar uma mudança de atitude na forma de produzir e destinar resíduos”, diz Thaine.

No Parolin, onde boa parte das famílias trabalha com reciclagem de lixo, as atividades deste sábado começarão com um mutirão de limpeza. Os moradores depositarão o lixo na frente de suas casas para serem recolhidos pelo caminhão da limpeza pública. As margens do Rio Vila Guaíra, que passa por obras de requalificação ambiental feitas pela Prefeitura, será o ponto de encontro de outra ação. Lá os moradores vão plantar 150 mudas de árvores nativas, iniciando uma nova área de preservação.

O terreno em frente ao Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) João Fontana, atualmente usado como depósito de lixo, será transformado em jardim, com o plantio de flores e bancos que serão construídos pela comunidade com a reutilização de pneus velhos e outros materiais retirados do entulho.

Para Edson Rodrigues, liderança comunitária da região, será uma nova oportunidade para reunir as famílias que são interessadas em transformar para melhor o local onde vivem. “Estamos organizados para que o dia seja especial, que as pessoas se divirtam mais também trabalhem para deixar a Vila Parolin ainda melhor”, disse Edson do Parolin, como é conhecido na comunidade.

Horta comunitária

Nos bairros onde as ações da Semana Lixo Zero aconteceram os moradores já comemoram os bons resultados. Na Vila Acrópole, no Cajuru, dezenas de pessoas se reuniram para transformar uma área degradada, às margens de um dos afluentes do Rio Iguaçu, de onde foram reassentadas famílias, em uma horta comunitária. Pais e filhos trabalharam na construção dos canteiros onde foram plantadas mudas de três diferentes tipos de alface, rúcula, almeirão, cebolinha e salsinha.

Telas de proteção usadas em obras da região e que haviam sido jogadas foram transformadas em separadores dos canteiros e embalagens plásticas de sabão líquido em regadores que foram usados pelas crianças para molhar as mudas. A coletora de recicláveis, Josiane de Souza, de 37 anos, foi uma das participantes da oficina. Durante 22 anos ela e a família viveram uma área de ocupação irregular dentro da Vila Acrópole, porém, há quatro meses foram reassentados pela Cohab para uma área onde a habitação é permitida.  “Gostei muito porque gosto de plantar e a horta vai ajudar a reduzir o gasto no mercado, além de deixar o espaço mais bonito”, disse Josiane.

NA CIC, famílias reassentadas em julho para o Moradias Arapoti limparam uma área verde em frente as casas, que estava sendo inapropriadamente como depósito e retiraram uma caçamba de entulhos. Depois plantaram mudas de árvores nativas no entorno garantindo a preservação de uma nascente de rio. As mudas foram doadas pelo Horto Florestal da Barreirinha.

Para os moradores dos conjuntos residenciais Maringá 1 e 2, no bairro Cachoeira, uma oficina de compostagem reuniu a comunidade para discutir novas atitudes, promovendo a prática do Lixo Zero. A atividade teve a participação de homens e mulheres que aprenderam como é fácil transformar cascas de frutas, restos de legumes e outros resíduos orgânicos em adubo. As composteiras foram construídas reutilizando baldes plásticos encontrados em caçambas da construção cívil. 

O Brasil mais limpo

A Semana Lixo Zero é uma iniciativa que acontece em diferentes cidades do País para estimular o debate e a busca de soluções para problemas causados pela grande geração de lixo e encaminhamento incorreto dos resíduos aos aterros. É uma proposta com carácter multidisciplinar, que envolve vários setores da sociedade, destacando responsabilidades de cada um. “São conceitos e provocações para mudança de atitudes que trabalhamos com as famílias dos programas de habitação do município, especialmente aquelas atendidas nos projetos de reassentamento e que serão destacadas ao longo desta programação”, diz o presidente da Cohab, José Lupion Neto.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera