Publicado em 11/6/2017 2:15:07 PM

Prefeitura retoma mais duas obras de habitação paralisadas

Moradias Faxinal e Moradias Vila Prado vão atender moradores que vivem em áreas de risco social

Duas importantes obras do programa habitacional do município foram reiniciadas nos últimos dias. Ambas haviam sido abandonadas na gestão passada e estavam causando transtornos à vizinhança. O Moradias Vila Prado, no Prado Velho e o Moradias Faxinal, no Santa Cândida, serão destinados ao reassentamento de famílias que vivem em áreas de risco social.

“Estamos retomando as obras de habitação que não foram concluídas pela última gestão. Obra parada dá uma sensação de abandono e gera insegurança aos moradores do entorno. Em breve, estas construções que estavam incompletas serão habitadas por dezenas de famílias curitibanas”, destaca o prefeito Rafael Greca.

No Moradias Faxinal já vivem 315 famílias que foram reassentadas das vilas Higienópolis I, II e III, no Bairro Alto, entre 2010 e 2013. Quando restavam 45 casas para concluir o projeto, a obra foi abandonada e sobraram as construções inacabadas.

“Concentramos esforços para retomar a implantação do Moradias Faxinal e já no início do ano que vem entregaremos as primeiras unidades”, diz o presidente da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), José Lupion Neto.

Moradora do conjunto desde 2011, a dona de casa Leonilda de Lima está mais aliviada com a retomada das obras do Moradias Faxinal.“Muito bom. Com as casas abandonadas sempre vem gente para usar droga, fazer coisa errada. Sem contar as famílias que precisam e estão esperando essas casas”, afirma.

O Moradias Vila Prado, no Prado Velho, já deveria estar habitado por 90 famílias das margens do rio Belém, porém somente 28 unidades foram entregues e a obra foi abandonada em 2016. Cinco unidades haviam sido inciadas e foram deixadas pela metade. “Estamos concluindo a construção destes cinco sobrados para em seguida relicitar a execução das unidades restantes”, explica Lupion.

O autônomo Afonso Paixão Lopes mora no conjunto Vila Prado com a esposa e três filhos. “É ruim ficar com obra inacabada ao lado de casa, porque fico preocupado, principalmente quando saio para trabalhar. Pode servir de esconderijo para alguém mal intencionado. Que bom que recomeçaram a construção e logo vão chegar novos vizinhos”, ressalta.

Com o Moradias Faxinal e o Moradias Vila Prado já são três obras de habitação retomadas. Em maio, a prefeitura reiniciou a construção de 156 casas do Moradias Maringá, no Cachoeira, das quais 21 já foram entregues.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera