Publicado em 3/11/2010 4:30:37 PM

    Projetos da Cohab são inspiração para a Nigéria

    A cidade de Port Hartcourt, que está implantando seu plano diretor, poderá copiar as diretrizes do programa habitacional de Curitiba.

     

    “Vocês serão uma inspiração para nós”. As palavras são de Alleruchi Cookey-Gam, administradora do Conselho de governo local da cidade de Port Hartcourt, capital do estado de River, na Nigéria (cargo que equivaleria ao de administrador da região metropolitana), após uma visita à Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) nesta quinta-feira (11).  Cookey-Gam chefiava uma delegação de 18 pessoas, que tinham interesse em conhecer o programa habitacional de Curitiba.

    A cidade de Port Hartcourt, com 1,5 milhão de habitantes, tem no porto uma das bases de sua economia e é o segundo mais importante núcleo urbano da Nigéria. Localizada no sul do país, concentra um grande número de indústrias e empresas ligadas à atividade petrolífera e está atualmente implantando um novo plano diretor, que prevê a expansão do crescimento em direção à região onde está localizado o aeroporto local. “É praticamente uma nova cidade que estamos criando”, define Cookey-Gam.

    Segundo ela, para implantação do plano diretor e criação desta nova cidade (chamada de Greater Port Harcourt), a experiência de Curitiba em áreas como transporte e habitação será muito importante. O planejamento prevê que, em 10 anos, serão construídas na cidade 30 mil moradias para abrigar a população mais carente. Nesta tarefa, de acordo com a administradora, o grande desafio será administrar um programa global de construção, pois a Nigéria não possui até hoje um plano habitacional. “Lá as pessoas constroem por conta própria, sem orientação do governo e sem financiamento”, contou.
     
    Na Cohab, a delegação nigeriana conheceu os principais projetos que estão em andamento, como o de urbanização, reassentamento de famílias em situação de risco e recuperação ambiental das margens de rios, e teve também informações sobre a vinculação da moradia com o planejamento urbano e sobre a atuação integrada da Prefeitura para dotar os empreendimentos de equipamentos comunitários e inserir a população na rede de proteção social do município. “É uma forma de atuação que pode servir de modelo e ser copiada”, disse Cookey-Gam.

     

    « voltar
     

    Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

    Desenvolvido por GPA'prospera