Publicado em 5/10/2010 3:42:11 PM

Cohab comemora 45 anos de atividades

A Cohab completou neste final de semana 45 anos de atividades.

A Cohab completou neste final de semana 45 anos de atividades. Criada em 1965 para funcionar como agente financeiro do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), a Companhia está desenvolvendo hoje um grande projeto para urbanização de áreas irregulares e reassentamento de famílias em situação de risco e, ao mesmo tempo, mantém a construção de unidades para atender às famílias inscritas em seu cadastro. "A Cohab está exercendo com toda força o seu papel de condutora da política habitacional do município", diz o presidente da Companhia, João Elias de Oliveira.

A ênfase na atual gestão é a atuação em áreas irregulares, um dos itens do programa habitacional que, no passado, havia ficado em segundo plano e que, por isso, acumulava um grande passivo. Os projetos de urbanização e reassentamento em andamento alcançam 43 vilas e beneficiam cerca de 11 mil famílias. "È a maior intervenção na história da Companhia", ressalta Oliveira.

Entre as 43 áreas com atuação da Cohab, algumas são emblemáticas. Há áreas que estão entre as mais antigas ocupações da cidade, como a Vila Parolin, que tem mais de 50 anos; a Vila Formosa, surgida na década de 30; além da Vila das Torres II, que começou a se formar há mais de 40 anos. Também há atuação em bolsões complexos de sub-habitação, como as Vilas Audi e União, no Uberaba, onde vivem mais de 3 mil famílias  que, até recentemente, não contavam com qualquer infraestrutura.

Os projetos de urbanização em andamento têm, além do alcance social, um componente ambiental, compatibilizando o reassentamento de famílias em situação de risco com a recuperação das faixas de preservação permanente ao longo dos cursos de água. Está previsto o reassentamento de 6.090 famílias das margens de rios até o final do próximo ano.

Deste total, 1,9 mil famílias já foram transferidas para casas e sobrados de alvenaria construídos pela Cohab em locais próximos às ocupações. Quando todas as famílias forem reassentadas, 32 quilômetros de margens de rios em sete bacias hidrográficas da cidade - Belém, Iguaçu, Formosa, Ribeirão dos Padilha, Atuba, Barigui, Passaúna - serão liberados e recuperados, com o plantio de 21 mil mudas de árvores e 192 mil metros quadrados de grama, para recomposição da mata ciliar.

Para evitar novas ocupações destas faixas de preservação obrigatória, o projeto de urbanização das vilas prevê a criação de áreas de recreação ao longo das áreas recuperadas, com a implantação de 37 campos de futebol de areia, 9 canchas de vôlei, uma pista de skate, 37 áreas de convivência com bancos e floreiras, 36 parquinhos e 4 academias de ginástica ao ar livre.

Ao mesmo tempo em que atua nas áreas irregulares, a Cohab também chega aos 45 anos dedicando atenção ao segmento mais tradicional de sua clientela, composto por famílias que se inscrevem no cadastro de candidatos a um imóvel. Para atender a este público, a Companhia está construindo, em parceria com a Caixa Econômica Federal, 2.948 apartamentos. Outros 5.939 estão em contratação. Os recursos para os empreendimentos vêm dos programas Minha Casa, Minha Vida e Arrendamento Residencial.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera