Publicado em 7/19/2010 10:22:58 AM

BID elogia programas de reassentamento em Curitiba

"A associação do técnico ambiental com o assistente social em todas as etapas do projeto, desde a sua concepção, é um marco que certamente vai garantir a sustentabilidade da intervenção"

O consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) Nelson Simões disse em Curitiba que os projetos de reassentamento de famílias de áreas de risco que a Prefeitura está executando no Município são bem formulados, inovadores e com boas soluções para enfrentamento das situações de vulnerabilidade.

Simões é especialista de habitação na área de realocações e esteve em Curitiba na semana passada para discutir com técnicos da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) e do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (Ippuc) as propostas de intervenção habitacional previstas no programa Pró-Cidades, linha de financiamento do BID que está sendo contratada pela Prefeitura.

Com os técnicos da Cohab e do Ippuc, Simões conheceu algumas experiências do município como o reassentamento de famílias que vivem na beira de rios, nas Vilas Menino Jesus, Nori, Torres II, Parolin e Unidos do Umbará. Também visitou empreendimentos em construção para abrigar as famílias reassentadas, como os conjuntos Moradias Alexandra, Maringá, Prado, Sítio Cercado IV, Cambará, Arroio e Laguna.

O programa Pró-Cidades prevê a atuação nas Vilas Nori, no Pilarzinho, e Parque Nacional/Acrópole, no Cajuru, beneficiando um total de 1,5 mil famílias, com obras de urbanização e construção de casas para reassentamento. O investimento nestas áreas deverá ficar em torno de R$ 9,5 milhões.

De acordo com o consultor do BID, os projetos que estão em execução em Curitiba apresentam uma inovação que é agregar o componente ambiental à atuação social. "A associação do técnico ambiental com o assistente social em todas as etapas do projeto, desde a sua concepção, é um marco que certamente vai garantir a sustentabilidade da intervenção", disse Simões.

O especialista também ressaltou o preparo das equipes que estão acompanhando as ações de reassentamento e a integração entre a Cohab e os técnicos das várias secretarias municipais envolvidas no trabalho. "São equipes próprias e qualificadas, ao contrário de muitos municípios que optam pela terceirização da ação social, mas não conseguem muitas vezes o comprometimento dos técnicos que trabalham diretamente com as comunidades", disse o consultor.

 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera