Publicado em 8/13/2010 12:08:49 PM

Inscritos na Cohab são convocados para adquirir imóvel na planta

Residencial Palmas de Ouro, no bairro Cachoeira, possui 558 unidades disponíveis a preços bem abaixo do valor de mercado

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) está convocando famílias inscritas em seu cadastro, com renda entre 3 e 6 salários mínimos, para participarem de reuniões explicativas sobre a aquisição de unidades que serão construídas com recursos do programa Minha Casa Minha Vida, originários do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

“É uma boa alternativa à disposição da população que não possui casa própria e tem o desejo de fugir do aluguel. Quem adere ao programa poderá ter um imóvel de boa qualidade, com custo menor que o valor de mercado e em ótima localização”, afirma o prefeito Luciano Ducci.

Os apartamentos que estão sendo comercializados fazem parte do conjunto residencial Palmas de Ouro, que será construído no bairro Cachoeira e contará com 558 unidades. Para ocupar todo o empreendimento, a Cohab convocou 900 famílias cadastradas entre janeiro e julho de 2009.

Nesta semana a Cohab realizou três reuniões para expor o projeto aos convocados. Foram chamados 300 inscritos para cada encontro. Após a exposição, foi solicitada às famílias interessadas em adquirir uma unidade a apresentação da documentação necessária, que em seguida será encaminhada para a aprovação da Caixa Econômica. “Quem aprova ou não o cadastro é o agente financeiro, que é a Caixa, a Cohab em anda interfere neste processo”, explica o presidente da Cohab, João Elias de Oliveira.

O empreendimento
Serão dois prédios com quatro pavimentos, que formarão condomínios dotados de área de estacionamento e de recreação, além de salão de festas com churrasqueira. Os apartamentos, com dois quartos, serão construídos na rua David Bodziak, próximo ao Parque Barreirinha na avenida Anita Garibaldi.
“É uma região bem atendida por equipamentos públicos como escola de 1º e 2º grau, creche e unidade de saúde. Também conta com diversas opções de comércio para facilitar a vida dos moradores”, diz João Elias.

A construção significará um investimento de R$ 32,9 milhões, com recursos do governo federal, liberados por meio da Caixa Econômica Federal. O valor de cada unidade é R$ 60 mil, porém serão concedidos subsídios às famílias de acordo com a renda – quanto menor a renda, maior o subsídio.
O financiamento poderá ser feito em até 25 anos, com juros de 5 a 6 % ao ano, valor abaixo das taxas praticadas no mercado. Quem tem FGTS ou poupança poderá utilizar este recurso para abater no financiamento e reduzir a prestação mensal, que pode variar entre R$ 322,50 e R$ 450,00, de acordo com o orçamento de cada família.

Sonho da casa própria
O casal Carlos Alberto (33) e Priscila Weinhardt da Silva (27) gostou da apresentação do projeto. Atualmente eles moram em uma casa alugada na Vila Guaíra, mas sonham em ter um imóvel próprio. “O dinheiro que gastamos com aluguel é todo perdido. Por um valor semelhante teremos a oportunidade de morar em algo nosso, para a vida toda. Espero que dê tudo certo com a documentação”, afirma Priscila.

O motorista Edimir Ferreira (45) e a cabeleireira Angelita dos Santos (42) ficaram esperançosos em finalmente realizar o sonho de morarem juntos. Ele paga aluguel em uma casa no Capão de Imbuia e ela vive com o pai, no CIC. Saíram animados da reunião. “O projeto despertou nosso interesse, o apartamento parece ideal para nós. Vamos encaminhar a documentação e ficar na torcida”, diz ela. “O que mais me impressionou foi a rapidez com que fomos chamados. O trabalho da Cohab foi bastante objetivo”, comentou Edimir.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera