Publicado em 8/31/2010 5:11:42 PM

Comunidade da Vila Torres participa de oficinas de intervenção artística

"Vai mudar a autoestima dos moradores, pois o local vai ganhar outra cara. Nos sentiremos mais cidadãos", diz presidente da associação de moradores.

Começaram na segunda-feira (30) as oficinas de arte oferecidas pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) aos moradores da Vila Torres. A iniciativa faz parte do projeto "Comunidade em Cores", da Cohab e Prefeitura de Curitiba, que tem como objetivos executar reparos nas moradias, melhorar o visual das áreas urbanizadas e construir uma identidade comunitária, estimulando nos moradores os sentimentos de pertencimento e orgulho do local onde vivem.

"A Vila Torres vai ganhar uma nova cara e isso vai estimular os moradores a cuidarem melhor do lugar onde vivem. Após a intervenção, cada cidadão vai sentir maior responsabilidade em manter sua casa em ordem, para estar integrado ao restante do bairro", diz o prefeito Luciano Ducci.

Duas atividades estão acontecendo em paralelo: as oficinas artísticas para os moradores e a parceria para serviços de pintura com as Tintas Coral - responsável pelo projeto "Tudo de Cor para Você". A empresa doou 920 litros de tinta e auxiliou com a capacitação dos moradores, que junto a pintores profissionais e voluntários da Cohab vão executar os serviços de pintura nas casas de 66 famílias que moram na vila.

Oficinas de arte

Na primeira etapa, os 18 inscritos vão participar de aulas teóricas. Serão cinco noites de oficinas, com os temas: desenho, grafite, fachada, stencil e intervenção tridimensional. Cada oficina será ministrada por um orientador diferente.

Na semana seguinte o grupo vai desenvolver uma proposta para intervenção no bairro. Escolherão um tema e os locais onde as técnicas de pintura serão empregadas. "Eles estão aprendendo linguagens artísticas, desenvolvendo sua percepção e seu gosto estético, além de trabalhar o senso para ações organizadas em grupo", explica a arquiteta Roberta Gehr, coordenadora do projeto.

As técnicas aprendidas serão aplicadas em três unidades habitacionais pré-selecionadas e ao longo de um muro de 100 metros de comprimento que acompanha um braço do rio Belém existente dentro da área de intervenção. Na aula inaugural, os participantes aprenderam a fazer desenhos em grandes dimensões, por meio de escala, a partir de um desenho pequeno.

Entre os alunos das oficinas está Wiliam da Costa Dias, 18 anos, todos vividos na Vila Torres. Ele decidiu participar das oficinas por dois motivos. "Tenho muita curiosidade em aprender coisas novas e além do mais, com os conhecimentos que vou adquirir poderei ajudar meu pai, que faz bicos de pintor", conta o jovem, que faz parte do curso Técnico em Mecatrônica, da Pontifícia Universidade Católica (PUC-PR).

Meiriani Laurito de Souza, 15 anos, chegou à vila para morar com a tia há um mês, vinda da cidade de Bandeirantes, interior do Paraná. "Lá eu não encontrava este tipo de curso gratuito. Adoro artes, por isso resolvi aproveitar a oportunidade e participar. Vai ser ótimo ajudar a embelezar a vila", afirma a jovem.

As oficinas artísticas e a pintura das casas das 66 famílias fazem parte da primeira fase do projeto "Comunidade em Cores" na Vila Torres. Em um segundo momento o projeto terá continuidade e outras centenas de unidades habitacionais serão atendidas.

O presidente da Associação de Moradores da Vila Torres, Marcos Eriberto dos Santos, considera o projeto positivo. "Vai mudar a autoestima dos moradores, pois o local vai ganhar outra cara. Nos sentiremos mais cidadãos", finaliza.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera