Publicado em 10/29/2010 2:26:30 PM

Ruas do Parolin recebem obras de drenagem e pavimentação

Intervenção integra revitalização da mais antiga ocupação irregular da cidade


As ruas Chanceler Lauro Muller e a Antônio Parolin, duas vias que cortam a Vila Parolin, receberam obras de drenagem e pavimentação, realizadas pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba. A melhoria faz parte do projeto de urbanização que a Prefeitura está executando na área.

A rua Chanceler Lauro Muller passou por uma completa transformação no trecho que corta a Vila Parolin e o que antes era uma viela de antipó tornou-se uma importante via de ligação  pavimentada com asfalto definitivo e com rede de drenagem pluvial. Além de ser muito estreita, com apenas 5 metros de largura, a rua estava em péssimas condições, com o pavimento deteriorado.

A via foi aberta e ficou com uma caixa de 16 metros de largura, o que possibilitou a implantação de passeio dos dois lados e mais a pista de rolamento com 7 metros, que dá passagem para dois veículos e mais uma faixa de estacionamento. 

A reforma foi feita no trecho entre as ruas Brigadeiro Franco e Rio Vila Guaíra, que margeia o córrego que corta a Vila Parolin. Foram pavimentados com asfalto definitivo 330 metros de pista, o que representa quatro quadras.

 “A região do Parolin ganha mais uma intervenção importante, que dá sequência à transformação que está ocorrendo no local. Conforme o projeto avança, a vila vai perdendo a feição de favela para se integrar totalmente ao bairro e ao restante da cidade. Esta mudança de situação eleva a auto-estima dos moradores”, afirma o presidente da Cohab, João Elias de Oliveira.

Antes da obra, a viela permitia a passagem de apenas um carro por vez. Caminhão do Corpo de Bombeiros e da coleta do lixo não conseguiam chegar ao local. Agora a realidade é outra, com espaço para veículos grandes e para o fluxo de carros nos dois sentidos. Os postes de luz foram realinhados em um dos lados da via, fato que gerou ganho de espaço.

A rua não tinha drenagem e por estar localizada em uma região muito íngreme foi necessária a construção de uma escada hidráulica para escoar a água as chuvas. Anteriormente, a Cohab já havia implantado a rede de drenagem e executado a pavimentação de 200 metros da rua Antônio Parolin, também nas proximidades.

Ambas foram obras complicadas, visto que o solo do Parolin é de baixa resistência. Foi preciso retirar todo o material do antigo pavimento para reforçar a base do asfalto novo.


A urbanização
A urbanização da Vila Parolin beneficia 1.507 famílias, das quais 677 serão atendidas com reassentamento e outras 830 com obras de urbanização. O reassentamento está sendo feito em etapas - 157  famílias já foram reassentadas até o momento.
As obras de urbanização incluem também a construção de uma escola com 14 salas de aula e a recuperação ambiental do rio Vila Guaíra, hoje comprometido pela ocupação indevida das margens. O investimento total é de R$ 43,4 milhões.

A Vila Parolin é uma das mais antigas áreas irregulares da cidade, surgida no início da década de 50. O começo da ocupação, de acordo com moradores antigos, se deu ao longo da antiga via férrea – um ramal da Rede Ferroviária Federal que cortava a região sul da cidade, hoje desativado. Com o tempo, a ocupação se expandiu para outros terrenos próximos e acabou se consolidando.

A revitalização da Vila Parolin integra o programa de urbanização de favelas e reassentamento de famílias em situação de risco, realizado pela Prefeitura e Cohab, em parceria com o governo federal. É o mais amplo programa de urbanização já realizado em Curitiba, com atuação simultânea em 43 vilas e benefícios para mais de 12 mil famílias.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera