Publicado em 12/9/2010 12:32:06 PM

Luciano Ducci entrega casas na Vila Terra Santa, no Tatuquara

As unidades foram entregues para famílias que viviam em situação de risco e que, com o projeto de urbanização da área, estão sendo atendidas com reassentamento

O prefeito Luciano Ducci entregou nesta quinta-feira (9) casas para 44 famílias que viviam em situação de risco de risco e insalubridade na Vila Terra Santa, no Tatuquara. As unidades foram construídas pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab)  na própria área, que está em processo de urbanização.

“As famílias, que enfrentavam muita precariedade, ganham uma nova condição de vida. Além da casa nova, elas podem contar com os equipamentos e serviços que a Prefeitura coloca a disposição da população desta região. O Tatuquara é um bairro que vem recebendo investimentos freqüentes do município e por isso está passando por uma grande transformação. A situação dos moradores será cada vez melhor e todos poderão criar seus filhos em um lugar seguro e agradável”, disse o prefeito.

A diarista Vanessa de Almeida tem três crianças em casa e concorda. Com 31 anos, ela morava numa área de morro em um barraco de madeira que tinha trincas no chão e vigas que estavam cedendo. Além disso, convivia com o mau cheiro pela falta de rede de esgoto. “Agora, tudo vai mudar. Ano novo, casa nova, vida nova”, disse ela.

O mecânico Juliano Vicente, de 25 anos, há oito anos na Vila Terra Santa, está atento às transformações pelas quais a área está passando. Ele contou que está satisfeito com a casa nova e também com as melhorias que a Vila está recebendo. “Aqui, hoje, é outra coisa. Está ficando tudo mais bonito”, falou.

O casal Paulo Sérgio Lopes, de 39 anos, e Devanir Aparecida, de 35 anos, está animado com a mudança e fazendo planos para o futuro. Com três filhos, eles reservaram dinheiro para ampliar a casa e construir mais um quarto. “Antes, a gente morava num barraco de madeira que vivia alagando e não tinha motivação para fazer nenhuma melhoria na casa”, disse Paulo Sérgio.

Urbanização - A solenidade de entrega das casas teve a participação do presidente da Cohab, João Elias de Oliveira, do gerente geral da Caixa Econômica Federal em Curitiba, Gilberto Luiz Pereira, do administrador regional do Pinheirinho, Fernando Janz, e dos vereadores João do Suco e Roberto Hinça.

As 44 unidades entregues fazem parte de um total de 171 casas novas que integram o projeto de urbanização da Vila Terra Santa. A intervenção beneficia um total de 1.077 famílias, com atendimento diferenciado, em função da condição e da localização da moradia no interior da área. O custo total da urbanização é de R$ 20,2 milhões e está sendo financiado com recursos do município e do governo federal (Programa de Aceleração do Crescimento - PAC).

O projeto prevê duas frentes de obras. A primeira delas, concluída no ano passado, atendeu 479 famílias que viviam em pontos onde não era permitida a permanência de moradia (como fundo de vale e nascentes de córregos). Elas foram transferidas para o empreendimento Moradias Laguna, que foi construído em local próximo à ocupação.

As outras 598 famílias estão sendo atendidas com urbanização na própria Vila. Uma parte deste contingente, que tinha moradia em condição muito precária, está recebendo casas novas. 57 famílias já estão morando nas unidades construídas pela Cohab e, agora, mais 44 foram beneficiadas. Outras 70 casas serão entregues no próximo ano.

Atualmente, as obras previstas no projeto estão concentradas na Vila Terra Santa, que está recebendo infraestrutura, para melhorar a condição urbanística da área. Os serviços em execução incluem terraplanagem, implantação das redes de drenagem, água e coleta de esgoto, recuperação ambiental do fundo de vale desocupado após a saída das famílias para o Moradias Laguna e implantação de área de lazer na faixa de preservação.
O projeto de urbanização inclui também a construção de equipamentos comunitários, como uma escola, uma creche e uma unidade de atendimento social (CRAS) no Moradias Laguna. Os três equipamentos já estão funcionando.

O presidente da Cohab, João Elias de Oliveira, destaca a importância do componente ambiental do projeto de urbanização. A Vila Terra Santa é uma ocupação que surgiu em 1999, em área com 240 mil metros quadrados, de propriedade particular, com topografia acidentada. No local, havia um bosque de mata nativa, que foi danificado durante o processo de ocupação. Além disso, a área é cortada por inúmeros córregos e, por isso, o projeto de intervenção inclui também a recuperação ambiental dos locais degradados. “O plantio de árvores de espécies nativas já está dando uma outra cara para a Vila”, disse Oliviera. 
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera