Publicado em 1/21/2011 5:42:31 PM

Cohab finaliza mapeamento da Vila Torres

Moradias mais precárias serão substituídas ou melhoradas. Outras ganharão pintura das fachadas - ao todo, 675 famílias serão beneficiadas

Neste final de semana a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) termina o mapeamento completo da Vila Torres, antiga ocupação localizada próxima a área central da cidade. O objetivo da companhia é selecionar as unidades que serão atendidas com recursos do PAC 2 e também as que participarão da continuidade do projeto “Comunidade em Cores”.

“Daremos uma nova cara para a Vila Torres, com obras de melhorias nas residências e a substituição das moradias mais precárias por casas novas, aumentando desta forma a autoestima da população local”, afirma o prefeito Luciano Ducci.

O mapeamento é feito a partir de um croqui elaborado sobre uma foto área da ocupação. Cada residência visitada é marcada com um número, que passa a ser o número do cadastro da família. Em termo técnico, o mapeamento congela a área, evitando que haja especulação e um adensamento na ocupação. Caso alguém erga um barraco após o local ter sido mapeado, esta pessoa não será atendida.

A ação está sendo realizada por técnicos do serviço social e de arquitetura da companhia, que estão percorrendo a vila para fazer a contagem e numeração das casas e identificar os responsáveis pelos domicílios. “Estamos aplicando um formulário técnico e social em cada domicílio, que vai servir de base para definir quais as moradias que mais necessitam de atendimento”, explica a arquiteta Roberta Gehr.

O formulário aborda questões como o tipo de moradia, o material de que é feita, o grau de depreciação, a quantidade de moradores, a existência de módulo sanitário, as ligações de luz, água e esgoto, a presença de idosos e deficientes, e a característica de propriedade – se é alugado, próprio, cedido ou invadido. Uma pontuação será atribuída para cada moradia e as mais pontuadas receberão as melhorias.

Serão aplicados no projeto R$ 12 milhões, recursos do PAC 2, para atendimento de 349 famílias, das quais 30% receberá melhorias habitacionais. As demais 70% terão as casas demolidas para dar lugar a novas unidades que serão construídas pela Cohab, no mesmo local.

Expectativa - A pensionista Ana Maria da Silva, 63 anos, mora há 34 na mesma casa situada na Vila Torres. A antiga moradia não recebe uma melhoria há décadas e por isso possui diversos problemas: goteiras, paredes apodrecendo, buracos no assoalho. No mesmo terreno também está a precária casa de sua filha Leonice Machado, que enfrenta a mesma situação de insalubridade.

Ambas esperam ansiosas que a casa delas seja selecionada para a substituição. “Tudo o que nós queremos é uma casa nova. Eu gosto de morar aqui na vila, mas a situação das nossas casas está muito triste. Essa ajuda da Cohab é muito importante para pessoas como nós, que não temos condições de fazer reforma”, diz Ana Maria.

Comunidade em Cores - Paralelamente ao projeto da Cohab aprovado para receber recursos do governo federal, os moradores da Vila Torres serão beneficiados com a segunda etapa do projeto “Comunidade em Cores”. Moradias que estão em boa situação e não necessitam de melhorias estruturais vão ganhar uma nova pintura na fachada.

Em setembro de 2010, foram atendidas com pintura de fachadas 66 domicílios da Vila Torres. Nesta segunda etapa o benefício será concedido para outras 326 famílias. O investimento para a pintura das casas, de R$ 840 mil, é proveniente da Cohab e do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social.
“Cor é vida, é alegria. Uma casa bem pintada muda a postura do morador, isto valoriza a identidade da comunidade local e a autoestima das pessoas. No coletivo o aspecto visual do bairro se torna muito mais agradável”, diz o presidente da Cohab João Elias de Oliveira.

 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera