Publicado em 1/26/2011 5:34:01 PM

Secretarias municipais se reúnem para planejar reassentamentos

Projeto que vai atender 584 famílias está sendo montado de maneira integrada

Técnicos da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) se reuniram, na manhã desta quarta-feira (26), com representantes dos núcleos regionais do Boqueirão e Pinheirinho para definir as ações que serão realizadas no projeto de intervenção em Vilas localizadas na abrangência da bacia do Ribeirão dos Padilha e na margem da rodovia do Xisto – ocupações irregulares onde moram 584 famílias.

“Este projeto faz parte do amplo programa de urbanização de favelas que a prefeitura está realizando por toda a cidade. As famílias deixam situação de insalubridade e risco social e passam a viver em moradias seguras com direito garantido às escrituras dos imóveis”, diz o prefeito Luciano Ducci.

Das 584 famílias que vivem nas Vilas Esmeralda, Mariana, Rex, além da Vila Gralha Azul, 466 serão reassentadas no empreendimento Moradias Boa Esperança, que está sendo construído no bairro Tatuquara, com recursos do programa Minha Casa Minha Vida.

As demais 118 famílias serão atendidas com obras de urbanização e melhorias habitacionais no próprio local onde vivem. O projeto da Cohab de intervenção nas Vilas da rodovia do Xisto e Ribeirão dos Padilha foi aprovado para receber investimentos da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal.

Os investimentos da prefeitura e governo federal para reassentamentos, obras de urbanização e projetos sociais somados chegam a R$ 22,8 milhões.

Intersetorialidade
Nos projetos de reassentamento não é apenas a Cohab que trabalha. Diversas secretarias municipais têm papel importante no atendimento às famílias. “A política habitacional de Curitiba não é apenas entrega de casas, mas um trabalho integrado entre as secretarias para prestar um atendimento completo ao cidadão”, comenta o presidente da Cohab, João Elias de Oliveira.

Participaram da reunião desta quarta-feira, no auditório da Cohab, representantes da própria Companhia, da Fundação de Ação Social (FAS), e das secretarias do Meio Ambiente; Urbanismo; Trabalho e Emprego; Saúde; Esporte, Lazer e Juventude; Defesa Social; Abastecimento; e Educação.

As intervenções físicas que serão realizadas nas áreas pela Cohab foram detalhadas aos presentes, além de um estudo feito com base nos dados coletados no cadastramento das famílias. Assistentes sociais da companhia reuniram informações sobre idade, gênero, escolaridade, renda, trabalho, coleta de material reciclável, grávidas, lactantes e pessoas com deficiência e elaboraram o perfil socioeconômico das comunidades e o diagnóstico da situação de cada área para subsidiar o projeto de atuação.

Agora, cada órgão ou secretaria, com base nestes estudos, irá apresentar as ações que irá realizar no projeto. A versão completa do projeto com todas as ações previstas precisa ser enviada para a Caixa Econômica Federal, que é o agente financeiro, até o dia 28 de fevereiro.
 

 

 

 


 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera