Publicado em 2/18/2011 2:44:45 PM

Cohab convoca famílias para cadastro de reserva

Sorteados aguardam vagas nos Residenciais Caiobá e Vila Mariana

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba convocou famílias que foram sorteadas para cadastro de reserva em empreendimentos que estão sendo construídos com recursos do programa Minha Casa Minha Vida. Os beneficiados foram chamados para uma reunião nesta quinta-feira (18) na sede da companhia. Eles vão aguardar vagas nos Residenciais Caiobá, no Sítio Cercado e Vila Mariana, no Tatuquara.

Em dezembro passado, a Cohab definiu os nomes dos beneficiados. De acordo com as normas do programa, até 50% das unidades devem ser destinadas a moradores de área de risco cadastrados pelo serviço social da companhia e o restante para famílias inscritas na fila que atendam a pelo menos um dos seguintes critérios: foram desabrigadas de áreas de risco ou insalubres; são chefiadas por mulheres; enfrentam situação de precariedade habitacional; têm até três dependentes menores de 18 anos ou residem em imóveis alugados.

Com as famílias da fila foi realizado um sorteio entre os cadastros considerados aptos de acordo com os critérios citados. Para garantir a ocupação total do empreendimento, foram sorteados nomes a mais do que o número de unidades disponíveis, pois boa parte dos contemplados efetivos perdem a vaga por falta de documentação, fato que faz Caixa Econômica rejeitar o financiamento.

Foram estes nomes a mais que participaram da reunião desta quinta-feira. Técnicos da Cohab explicaram as normas do programa e sanaram dúvidas dos presentes. Logo após a reunião, os interessados em adquirir um apartamento foram chamados para fazer o agendamento da data para entrega da documentação necessária. Após essa etapa, no caso do surgimento de vagas, a Caixa Econômica avalia o cadastro e caso este seja aprovado, o financiamento é liberado e resta apenas assinar o contrato.

As unidades dos Residenciais Caiobá e Vila Mariana terão um custo de R$ 42.350. O financiamento às famílias será em 10 anos, com prestações que não podem exceder 10% da renda familiar. As famílias contempladas possuem renda entre R$ 931 e R$ 1.395.

Esperança
O garçom Wagner Gil Lopes, 39 anos, espera ansioso pelo dia que deixará de pagar aluguel. “É um dinheiro que acaba perdido. Espero conseguir um apartamento da Cohab para começar a pagar por um imóvel que vai ser propriedade da minha família”, afirma.

Ele mora há sete anos em uma casa alugada no Uberaba, com a esposa e dois filhos, onde paga mensalmente R$ 350. “Vamos pagar um valor menor por um apartamento que poderei deixar para meus filhos. Sem contar que a casa onde moramos não está em boa situação”, diz.

Esperança tem também a cabeleireira Suzana Lúcia de Oliveira, 36 anos. Em um pequeno apartamento no CIC vivem ela, os dois filhos, o ex-marido com um filho e o pai dela. “O apartamento é do meu ex-marido. Eu, meus filhos e meu pai estamos morando de favor. É uma situação desagradável, além de estar apertado para todo mundo”, desabafa.

Suzana gostou muito das unidades nos Residenciais Caiobá e Vila Mariana. “Vamos ficar na torcida. Seria uma benção ser atendido em um destes conjuntos. Os apartamentos são bonitos e localizados em regiões boas. Espero que de certo”, finaliza.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera