Publicado em 3/17/2011 12:46:01 PM

Convênio com Tintas Coral possibilitará revitalização da Vila Torres

A fábrica irá ceder 5 mil litros de tinta para pintura de fachadas em 240 casas da Vila Torres

O prefeito Luciano Ducci assinou nesta quinta-feira (17) contrato de parceria com a empresa Akzo Nobel, fabricantes da Tintas Coral, para atuação na Vila das Torres, uma ocupação já regularizada, onde a Prefeitura está desenvolvendo projeto de revitalização. Batizado de Comunidade em Cores, o projeto está sob responsabilidade da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) e, nesta etapa, irá beneficiar 240 famílias, que serão atendidas com obras de reparos e melhorias nas fachadas.“Vamos colorir e dar uma nova vida à Vila Torres“, disse o prefeito.

De acordo com o contrato de parceria, a Tintas Coral irá fornecer 5 mil litros de tinta para a pintura das 240 casas selecionadas para receber melhorias, e também patrocinar a realização de cursos de treinamento de mão de obra para trabalhadores da própria comunidade. Além disso, também está prevista a realização de oficinas artísticas, com técnicas de grafite, que serão utilizadas para a pintura de painéis e muros.

A Tintas Coral tem outras experiências de parceria com a Prefeitura. Em 2010, a empresa apoiou a revitalização da Rua Riachuelo e a implantação de melhorias em residências na própria Vila Torres. Este apoio está previsto no projeto “Tudo de Cor para você” que a Tintas Coral realiza em todo país.

De acordo com Antonio Augusto do Nascimento, coordenador de Trade Marketing para o Paraná e Santa Catarina da Akzo Nobel, o mercado de Curitiba é considerado estratégico para os projetos de expansão na empresa no sul do país.

“Após o trabalho realizado na rua Riachuelo, temos pesquisa que demonstra que o conhecimento da marca aumentou em 40%, no espaço de apenas seis meses. Agora, com a parceria na Vila Torres poderemos ampliar esta penetração, pois a área tem grande visibilidade na cidade e também agrega um importante componente social à identidade da empresa”, falou. Segundo Nascimento, o projeto da Vila Torres é o maior investimento da empresa em Curitiba.

O presidente da Associação de Moradores da Vila Torres, Marcos Eriberto dos Santos, acha que o projeto é importante porque “vai mexer com a autoestima dos moradores. Além disso, irá oferecer oportunidade de emprego para os trabalhadores que serão capacitados nas oficinas”.

Etapas - O projeto Comunidade em Cores na Vila Torres está sendo executado em etapas. A primeira delas, concluída em outubro do ano passado, beneficiou 66 famílias, que tiveram a fachada de suas casas renovadas. Outra ação, já implantada, foi a instalação de uma academia ao ar livre, junto a uma área comunitária para a prática de esportes.

Os investimentos do município no projeto de revitalização da Vila Torres somam R$ 1,2 milhão e são originários da Cohab e do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS). A este total, deve ser somado mais R$ 100 mil, de investimento da empresa Akzo Nobel.

Numa terceira etapa, a revitalização da Vila Torres irá envolver a reconstrução de moradias muito precárias, quando serão beneficiadas mais 349 famílias. Nesta fase, a Prefeitura irá contar com R$ 12,7 milhões, de recursos do chamado PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento - 2ª fase), que estão sendo contratados.

O projeto Comunidade em Cores é uma complementação à intervenção da Cohab nas áreas já urbanizadas, permitindo a mudança no visual e a criação de espaços mais agradáveis. Para isso, são executadas melhorias habitacionais nas edificações existentes, eliminando a precariedade e executando o reparo e recuperação das fachadas.

A população é envolvida em todo processo, desde o seu início, com o objetivo de estimular a criação de uma identidade comunitária e de um sentimento de pertencimento. Além das melhorias nas moradias, o projeto inclui também intervenções artísticas, sociais, ambientais e urbanas, para reforçar os vínculos dos moradores com a Vila e garantir os efeitos do projeto no médio e longo prazos.

Na atual fase do projeto, serão atendidas 240 famílias, moradoras das ruas Comendador Franco (Avenida das Torres), Manoel M. de Abreu, Josefina Zanier, Sérgio Dudeck, Dorival Alvir Zagonel, Esperandio Domingos Foggiato e Aquelino Baglioli.

Reparos - As ações previstas incluem obras de reparos e pintura de fachadas; reforço de estrutura; construção de muros e de alvenaria; substituição de coberturas, esquadrias e portas; recuperação da faixa de preservação do rio Belém; paisagismo; readequação do alinhamento predial; realização de oficinas para treinamento de mão de obra em pintura e de técnicas artísticas para pintura de muros e painéis.

A Vila Torres é uma das mais antigas áreas de ocupação de Curitiba. Ela se formou ao longo do rio Belém, no início da década de 60 e tem localização privilegiada, próxima ao centro e junto a uma das principais vias de acesso à cidade, a avenida das Torres.

Em meados da década de 80, a Cohab executou a regularização fundiária da área e, hoje, ela está quase integralmente legalizada, já que cerca de 90% dos seus moradores têm título de propriedade dos lotes. A urbanização da área também está consolidada, com infraestrutura completa (incluindo rede de esgoto) e oferta de equipamentos comunitários e serviços públicos.

“Apesar da integração física com o entorno, a Vila ainda é conhecida no restante da cidade como “favela” e seus moradores são, muitas vezes, estigmatizados. Com este projeto, esperamos promover a reinserção da Vila Torres na cidade formal, elevar a autoestima dos moradores e eliminar barreiras de segregação social nas relações com a vizinhança”, diz o presidente da Cohab.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera