Publicado em 3/28/2011 11:59:46 AM

Prefeito entrega 73 moradias no Parolin

Famílias deixam área de risco em beira de rio e passam a viver em condições seguras

O prefeito Luciano Ducci entregou nesta segunda-feira (28) casas e sobrados para 73 famílias que viviam em situação de risco na Vila Parolin, uma das mais antigas ocupações irregulares da cidade, que está em processo de urbanização pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab). Com esta nova entrega, chega a 295 o número de famílias reassentadas na Vila. A maior parte delas saiu da margem do rio Vila Guaíra.

“A nossa gestão não está preocupada somente em fazer obras. Fazemos as obras, mas nossa prioridade são as pessoas, as famílias. Por isso damos atenção especial para a área de habitação, pois casa própria é o maior desejo da população”, disse o prefeito.

O projeto de urbanização da Vila Parolin beneficia um total de 1.507 famílias. Parte deste contingente será reassentada porque vive em situação de risco ou condições insalubres. O reassentamento, que beneficia um total de 677 famílias, está sendo feito de forma gradativa, a medida que as novas unidades - feitas especialmente para os reassentados - ficam prontas.

As construções estão sendo executadas no entorno da própria vila, como é o caso das unidades entregues nesta segunda-feira. Para as 830 famílias que permanecerão no mesmo local onde vivem, o atendimento será feito com obras de infraestrutura e melhoria habitacional.

Toda a área será beneficiada com obras de recuperação ambiental na faixa desocupada à margem do rio, após a saída das famílias. No local, além do plantio de árvores e paisagismo, haverá instalação de equipamentos de esporte e recreação, para evitar uma nova ocupação indevida.

O investimento total nas obras é de R$ 43,4 milhões, com recursos da prefeitura e do governo federal. O projeto prevê também a construção de uma escola com 14 salas de aula.

A solenidade de entrega contou com a presença do presidente da Cohab, João Elias de Oliveira, da presidente da Fundação de Ação Social, Marry Ducci, da secretária estadual da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, do administrador regional do Portão, Gilberto Bedin, do gerente da Caixa Econômica Federal Adriano Borges , do presidente da Associação de Moradores da Vila Parolin Edson Rodrigues, do pastor Rodolfo Helmut e dos vereadores Celso Torquato e Tico Kuzma.

Das unidades entregues, 47 são casas de um a três quartos e 26 são sobrados de dois quartos. Cada família, de acordo com sua composição, recebe uma unidade adequada às suas necessidades. Para elas, será uma mudança de condição, pois passarão a morar em casas de alvenaria, em um empreendimento regular do programa habitacional do município, com direito garantido a uma escritura.

Vida nova
Após morar na beira do rio por oito anos, o casal Hélio Antunes e Janete Cardoso Ramirez vai dar início a uma nova vida ao realizarem a mudança para o novo sobrado que receberam. “Queremos começar tudo de novo e por isso até decidimos parar de trabalhar com coleta de materiais recicláveis para procurar emprego fixo. Trabalhar com reciclagem em casa faz muita bagunça e um sobrado lindo desse não merece isto”, diz Janete.

Eles enfrentaram diversas dificuldades na casa antiga de madeira onde vivam com as três filhas. “Tinha bastante rato, um mau cheiro muito forte, sem falar no perigo de contrair doenças. Graças a deus tudo isso ficou no passado e agora estamos realizando um sonho”, afirma Antunes.

Moacir Gonçalves e Clarice Silva de Lima viveram 15 anos em uma casa precária na beira do rio. “A gente morava em meio aos ratos, uma situação bem complicada. A casa era muito velha, então quando chovia entrava água, estragava nossas coisas, nem dava gosto de comprar nada”, relembra ele.

Na casa nova, de três quartos, eles já construíram os muros e colocaram piso cerâmico. “Aqui está uma maravilha. Estamos muito contentes. É uma mudança que faz a gente se sentir mais confiantes. Terei orgulho em receber visitas aqui”, disse Clarice.

Programa
A revitalização da Vila Parolin integra o programa de urbanização de favelas e reassentamento de famílias em situação de risco, realizado pela Prefeitura e Cohab, em parceria com o governo federal. “É o mais amplo programa de urbanização já realizado em Curitiba, com atuação simultânea em 43 vilas e benefícios para cerca de 13 mil famílias”, explica Luciano Ducci.

A Vila Parolin é a mais antiga área de ocupação da cidade, surgida no início da década de 50. O começo da ocupação, de acordo com moradores antigos, se deu ao longo da antiga via férrea – um ramal da Rede Ferroviária Federal que cortava a região sul da cidade, hoje desativado. Com o tempo, a ocupação se expandiu para outros terrenos próximos e acabou se consolidando.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera