Publicado em 3/31/2011 12:29:51 PM

Luciano Ducci entrega 73 casas para famílias de área de risco

Estão sendo investidos R$ 17,7 milhões para a construção do Moradias Corbélia no bairro São Miguel

O prefeito Luciano Ducci entregou nesta quinta-feira (31) casas do empreendimento Moradias Corbélia para 73 famílias que viviam em situação de risco, nas margens de rio na bacia do Barigui. As unidades foram construídas pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), com recursos da Prefeitura e do governo federal. O investimento nas obras é de R$ 17,7 milhões.

“Estamos encerrando hoje uma semana repleta de entrega de moradias. Foram 73 unidades no Parolin, 48 apartamentos no Bairro Novo e hoje mais 73 casas no Corbélia. Com esta obra, estamos mudando a realidade de famílias que viviam inseguras em áreas sujeitas a alagamentos. Agora, elas viverão tranquilas em um imóvel próprio, contando com toda a infraestrutura e equipamentos públicos”, disse o  prefeito Luciano Ducci.

Esta entrega beneficiou famílias das Vilas Eldorado, Vila Sandra I, Vila Olinda, Morro da Esperança, Nova República, Bom Menino, e Nápolis.  Concluída esta etapa do reassentamento chega a 473 o número de famílias atendidas. Ao todo, o Moradias Corbélia contará com 555 unidades habitacionais (517 casas e 38 sobrados). A entrega está sendo feita de forma gradativa, conforme as unidades ficam prontas.

Participaram da solenidade de entrega das chaves o presidente da Cohab, João Elias de Oliveira, o administrador regional da CIC, José Dirceu de Matos, a presidente da Fundação de Ação Social (FAS) Marry Ducci, o secretário municipal de Relações com a Comunidade Fernando Guedes, o gerente regional da Caixa Econômica Federal, Adriano Borges e os vereadores Zezinho Sabará, Dirceu Moreira, Tico Kuzma, além do líder do prefeito na Câmara, João do Suco.

O empreendimento
As moradias têm de 1 a 3 quartos e a distribuição é feita conforme a composição familiar. A infraestrutura do loteamento inclui ruas asfaltadas, redes de água, energia elétrica, iluminação pública, coleta e tratamento de esgoto e drenagem. O projeto do empreendimento inclui uma escola e uma creche (CMEI) e uma unidade de atendimento da FAS.

O Moradias Corbélia foi criado para receber famílias de 13 áreas irregulares da margem do rio Barigui e faz parte de uma ação coordenada pela Cohab e Secretaria Municipal do Meio Ambiente para recuperação da faixa de preservação permanente do rio. Após a saída de todas as famílias, a margem do rio Barigui será recuperada e, para impedir uma nova ocupação, ganhará ciclovia, canchas esportivas e equipamentos de recreação.

“O componente ambiental é um diferencial dos projetos de urbanização de vilas que a Cohab está desenvolvendo nos bairros da cidade. As pessoas são nossas prioridades, mas ao tirarmos estas famílias da beira do rio também colaboramos com o meio ambiente”, afirma João Elias.

O reassentamento de famílias da margem do Barigui vai transferir um total de 807 famílias para outros três empreendimentos, além do Moradias Corbélia: Aquarela, Arapoti e Ibaiti, todos na região da Cidade Industrial.

Vida nova
A dona de casa Janete Meika, 37 anos, estava feliz da vida com as chaves da casa nova na mão, onde vai morar com o marido Marcos Roberto,41, que é mecânico, e o filho Gabriel de 13 anos. “Estou nas nuvens, nossa vida vai mudar a partir de agora. Ter uma casa própria é o sonho de qualquer um, e ainda mais em um lugar tão bom quanto aqui, com todos os serviços por perto”, disse ela.

A família morava na Vila Eldorado, em uma casa precária na beira do rio. “Ninguém merece viver em beira de rio, é uma situação muito triste. A casa já estava sendo toda destruída, pois inundava com as chuvas. Também tem muito rato e mau cheiro. Agora nossa qualidade de vida será outra”, afirma Janete.

O pedreiro Ademir Antônio Correa, 41 anos, foi outro que deixou a ocupação irregular Vila Eldorado, onde morou por 15 anos, para receber uma unidade no Moradias Corbélia. Agora a realidade dele e dos quatro filhos vai sofrer uma grande transformação. “Na beira do rio era uma casa muito apertada, eu mesmo dormia no chão, pra dar lugar no colchão para os meus filhos”, conta.

Em três ocasiões Ademir perdeu tudo o que tinha por causa de alagamentos. “Eu já nem comprava móveis, porque tudo estragava. Agora isto ficou para trás. Estou muito feliz pela casa nova e por poder dar uma melhor condição para as crianças. Agradeço de coração à prefeitura e à Cohab”, finaliza.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera