Publicado em 4/28/2011 5:40:42 PM

Fundo Municipal vai investir R$ 3,7 milhões em obras este ano

A meta foi apresentada durante exposição aos membros do Conselho da Cidade

O Fundo Municipal Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS) vai investir este ano R$ 3,7 milhões em obras de urbanização de áreas irregulares,  melhoria e construção de moradias para famílias em situação de risco. A informação foi prestada durante apresentação sobre o FMHIS aos membros do Conselho da Cidade de Curitiba (Concitba) nesta quinta-feira (28).

O Concitiba é um organismo de caráter consultivo, ligado ao Ippuc, que congrega representantes do setor público, do setor produtivo, dos movimentos populares e do meio acadêmico. Os membros do Conselho se reúnem periodicamente para discutir questões relacionadas com as políticas de desenvolvimento urbano e social. A apresentação sobre o FMHIS foi feita pelo secretário executivo do Fundo, César Volkof, e atendeu solicitação dos membros do Concitiba. 

O FMHIS é um mecanismo auxiliar de financiamento habitacional, que utiliza recursos captados no próprio município e se destina ao atendimento de famílias carentes - priorizando a faixa com renda de até três salários mínimos. A principal receita do Fundo é o instrumento chamado solo criado, que é a venda de potencial construtivo às empresas de construção civil interessadas em aumentar a área construída ou o número de pavimentos em seus empreendimentos.

Entre 2009 e 2010, foram aplicados R$ 7,9 milhões do FMHIS para obras de infraestrutura, melhoria habitacional e construção de equipamentos comunitários em áreas irregulares que estão em processo de urbanização e regularização.

Este ano, da dotação de R$ 3,7 milhões, R$ 1,5 milhões já foram contratados para obras de drenagem, pavimentação e construção de casas em quatro áreas da cidade (Moradias Monteiro Lobato III, Santa Teresa, Rio Bonito e Bela Vista do Passaúna), beneficiando 578 famílias.

A Cohab é agente operador dos recursos do FMHIS e, entre as suas atribuições está a indicação de áreas para intervenção e a elaboração dos projetos. A definição sobre as áreas de atuação tem que passar pela aprovação do Conselho Gestor do Fundo, que reúne representantes do setor público, da iniciativa privada e dos movimentos populares.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera