Publicado em 5/19/2011 5:20:26 PM

Reassentamento de famílias da bacia do Barigui chega a 80%

664 famílias já foram relocadas em unidades construídas pela Cohab

Mais 36 famílias que viviam de modo precário em áreas de risco na bacia do rio Barigui foram transferidas para casas de alvenaria construídas pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab). Os moradores reassentados passam a viver no conjunto Moradias Corbélia, no bairro São Miguel. Após esta etapa, já chega a 80% o processo de retirada de famílias que ocupam beira de rios na maior bacia hidrográfica da cidade.

“Esta ação faz parte do projeto Viva Barigui, que é uma soma de tarefas que visam a médio e a longo prazo reverter a situação de degradação em que se encontra nossa mais importante bacia. Assim que completarmos a retirada das famílias, daremos início à recuperação ambiental das margens, com a implantação de um parque linear”, explica o prefeito Luciano Ducci.

De um total de 824 famílias que estavam ocupando margens de rios na bacia do Barigui, 664 já foram reassentadas, portanto restam apenas 160. A retirada destes moradores de 12 ocupações irregulares significa mais de 3 quilômetros de margens de rios liberadas para a recuperação ambiental. “Ganham as famílias, que deixam condições insalubres para morar em locais seguros, e a cidade como um todo, que ganha rios preservados”, diz o presidente da Cohab João Elias de Oliveira.

A maior parte das famílias está sendo transferida para o Moradias Corbélia, empreendimento de 555 unidades, das quais 474 já foram entregues. Outras 150 foram reassentadas no Moradias Aquarela, situado no bairro Augusta, 30 foram atendidas com unidades no Moradias Ibaiti, no CIC e 10 mudaram para sobrados construídos na Vila Bom Menino, localizada no Mossunguê.

Estão sendo atendidos moradores das vilas Alto Barigui, Bom Menino, Eldorado, Morro da Esperança, Nápolis, Nossa Senhora da Paz, Nova Barigui, Nova República, Olinda, Recanto da Paz, Rigone e Sandra. Das 160 famílias que ainda serão reassentadas 81 vão morar no Corbélia, oito no Ibaiti, 34 em novos sobrados na Vila Bom Menino e 37 no Moradias Arapoti, localizado no bairro Fazendinha.

Estes quatro empreendimentos para reassentamento de famílias da bacia do Barigui estão sendo construídos com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e da Prefeitura. No caso do Moradias Corbélia, o projeto inclui a implantação de uma escola, um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) e uma unidade de atendimento da Fundação de Ação Social (FAS).

Além dos reassentamentos que estão acontecendo na bacia do rio Barigui, a Cohab está atuando nos quatro cantos da cidade para retirar famílias de beira de rios. Os projetos são divididos por bacias hidrográficas. A Companhia também tem intervenções na bacia do Iguaçu, do Belém, do Formosa e do Ribeirão dos Padilha.

Vida Nova
O vendedor Alexsandro da Silva, 34 anos, e sua esposa Mara, 41, deixaram a ocupação irregular Morro da Esperança, onde viveram por 20 anos. Com os três filhos o casal morava em uma casa na beira do rio em local onde eram comuns os alagamentos. “Passamos por muitas enchentes. Na última delas perdemos todos os móveis. Sempre foi uma vida bastante sofrida”, relembra ela.

Agora a realidade é outra. Nesta semana se mudaram para a casa nova no Moradias Corbélia, onde pretendem começar uma vida nova. “Estamos encantados com o lugar. É muito calmo, de vizinhança boa e principalmente seguro. O tempo de viver em beira de rio ficou para trás. Hoje temos esta casa que deixaremos para nossos filhos”, afirma ele.

A família de José Alves, 54, e Maria Leonilda, 43, também se mudou para o Moradias Corbélia, vindos da Vila Alto Barigui, onde viviam na beira do rio com os dois filhos. “Adoramos aqui, o lugar é muito tranquilo e a casa é ótima. Estamos muito felizes com o atendimento que recebemos. É um recomeço pois agora temos asfalto, esgoto e mais qualidade de vida”, disse.

Viva Barigui
Após concluída a retirada das 824 famílias, a margem do rio Barigui será recuperada e, para impedir uma nova ocupação, ganhará a implantação de um parque linear com ciclovia, canchas esportivas e equipamentos de recreação. A ação está prevista no projeto Viva Barigui, coordenado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

O projeto prevê medidas de preservação de nascentes, conservação de ambientes naturais ainda existentes na região, ordenamento das áreas de ocupação irregular às margens do rio, recomposição da vegetação nativa e, em consequência, melhoria da qualidade hídrica da bacia.

Além de atender à principal prioridade, que é despoluir os rios que compõem a bacia, a Prefeitura fará, gradativamente, obras de infra-estrutura para consolidar o Parque Linear do Rio Barigüi, interligando parques, bosques e áreas de lazer já existentes com novas unidades de conservação que serão instaladas.

Ao longo do Parque Linear serão aproveitados trechos do sistema viário existente e criadas novas ligações, inclusive com pistas de caminhadas e ciclovias, formando a Via Parque, uma avenida com paisagismo e arborização, dotada também de sinalização e iluminação exclusivas, que delimitará as áreas de preservação, evitando novas ocupações irregulares ao longo das margens.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera