Publicado em 8/25/2011 5:36:01 PM

Missão do Fonplata vistoria obras pela cidade

Técnicos visitaram o Moradias Alto do Bela Vista do Passaúna, o eixo de integração no CIC e a Vila Pantanal

Técnicos do Fonplata, fundo financeiro que atua nos países da bacia do rio da Prata, estão em Curitiba para vistoriar as obras realizadas com recursos financiados pelo fundo. Nesta quinta-feira (25), o analista técnico Eduardo Roude e o coordenador de avaliação e supervisão Marcelo de Paula visitaram o Moradias Alto do Bela Vista do Passaúna, o eixo viário de integração no Tatuquara e a urbanização na Vila Pantanal.

“São obras de dois setores muito importantes para a população, habitação e mobilidade. Nas vilas Bela Vista do Passaúna e Pantanal retiramos famílias de situações insalubres e reassentamos em moradias seguras. Já o eixo de integração vem para facilitar o deslocamento dos moradores daquela região e contribuir para o seu desenvolvimento econômico”, explica o prefeito Luciano Ducci.

A visita foi acompanhada por técnicos da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab). A primeira obra vistoriada foi o Moradias Alto do Bela Vista do Passaúna, no bairro São Miguel, onde foram reassentadas 374 famílias que viviam em área de preservação ambiental nas proximidades da represa do rio Passaúna. Do total de novas casas, 192 foram construídas com recursos do Fonplata e as demais com investimento da prefeitura e governo federal.

“Estive aqui há um ano e estou voltando hoje. Considero que os objetivos foram atingidos, houve uma evolução muito grande. A região já se mostra consolidada e integrada ao bairro”, disse Marcelo de Paula.

Eduardo Roude também ficou satisfeito com o que viu. “Uma intervenção muito boa para a comunidade. Trata-se de uma obra com duplo benefício, pois atendeu a área social com a entrega das casas e também a parte ambiental ao recuperar o local onde ficava a ocupação irregular”, ressalta.

A área onde as famílias viviam irregularmente está ganhando um parque com área verde, canchas esportivas, pista de skate, parquinho para as crianças, campo de futebol de grama, equipamentos de ginástica e um mirante com vista para o lago da represa do rio Passaúna.

Um jardinete e um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) serão construídos nas proximidades das casas onde as famílias foram reassentadas. A prefeitura executou ainda a pavimentação asfáltica e implantou um CMEI no local. Foram investidos no projeto R$ 3,3 milhões.

Eixo viário
Na sequência a comitiva seguiu para as obras da segunda etapa de implantação do eixo viário de integração, que liga o Tatuquara ao CIC, onde estão sendo investidos R$ 10,4 milhões. Serão 1,8 quilômetro de extensão, três trincheiras e pavimentação de 2 quilômetros de uma nova avenida. O trecho em obras começa na rua João Bettega com Rodolpho Doubeck, no CIC.

Após o contorno sul começa a construção de uma nova avenida, embaixo da rede elétrica da Copel. Serão duas pistas até a rua Vicente Michelloto, onde serão construídas as trincheiras. Ao longo de toda a avenida estão sendo feitas obras de terraplanagem, drenagem, rede de captação de águas pluviais, asfaltamento, calçadas, paisagismo, sinalização horizontal e vertical, além de instalação de paradas de ônibus e de iluminação pública.

A primeira etapa do eixo de integração, já concluída, ligou as ruas Vicente Michelotto, na CIC, e Ântonio Zanon, no Tatuquara, em uma distância de 3,8 quilômetros. Neste trecho, a obra atendeu diretamente 22.168 famílias que moram em conjuntos da Cohab ou em áreas regularizadas pela Prefeitura.

O projeto de construção do Eixo de Integração faz parte do programa de estruturação de assentamentos habitacionais que a Prefeitura está executando com recursos do Fonplata. A coordenação do programa é da Cohab e a execução do projeto do eixo está sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras Públicas.

“A obra está em um bom ritmo de execução. Se o tempo ajudar creio que será finalizada no prazo previsto, que é o final deste ano. Um aspecto que destaco são as medidas preventivas tomadas para não atrapalhar o trânsito no local”, afirma Roude.

Vila Pantanal
O último local visitado pela missão do Fonplata foi a Vila Pantanal, no Alto Boqueirão, onde a parceria entre o fundo e a Prefeitura vai atender 169 famílias, com investimento de mais de R$ 5 milhões na construção de novas casas, urbanização e atendimento social.

No projeto global, a Prefeitura mantém ainda parceria com o governo federal, por meio do programa Pró-Moradia e recursos do FGTS, atendendo mais 165 famílias. No total, os recursos na Vila Pantanal chegam a R$ 10 milhões, e 768 famílias serão beneficiadas com obras, melhorias habitacionais e recuperação ambiental.

“É um projeto importante, pois melhora a vida de pessoas para quem a ajuda do poder público é fundamental”, finaliza Roude.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera