Publicado em 10/15/2011 1:53:55 PM

Luciano Ducci entrega apartamentos para 224 famílias no Tatuquara

Unidades do Residencial Vila Mariana foram destinadas para famílias com renda até R$ 1.395

O prefeito Luciano Ducci entregou neste sábado (15), apartamentos do Residencial Vila Mariana, no Tatuquara, para 224 famílias. As unidades fazem parte do programa Minha Casa, Minha Vida e foram destinadas a inscritos no cadastro da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) com renda mensal entre R$ 930 e R$ 1.395 e também para moradores de áreas de risco. São 190 famílias que estavam inscritas e mais 34 originárias de áreas de risco - as Vilas Vilas Icaraí, Parolin, Parque Nacional, Lorena, Menino Jesus, Nápolis e Nossa Senhora da Paz.

“Vocês irão morar em um bairro que está em plena transformação. A Prefeitura está investindo e mudando o perfil do Tatuquara. Em breve, os moradores desta área terão próximos de suas casas equipamentos do município como um terminal de transporte, uma Rua da Cidadania, uma Unidade de Saúde 24 Horas e um Clube da Gente. Tudo isso para oferecer à população a melhor qualidade de vida”, disse o prefeito aos moradores.

A solenidade de entrega das chaves dos apartamentos teve a participação do secretário municipal de Habitação, Osmar Bertoldi, do presidente da Cohab, Ibson Campos, do superintende nacional da Caixa Econômica Federal para a região sul, Fábio Carnelos, do superintendente regional da Caixa, Hermínio Basso, do secretário municipal de Relações com a Comunidade, Fernando Guedes,  da procuradora geral do município, Claudine Betes e do vereador Roberto Hinça.

Investimento
O empreendimento Residencial Vila Mariana é resultado de parceria entre Prefeitura, a Cohab e a Caixa Econômica Federal e significou um investimento de R$ 10,4 milhões. Cada unidade tem um custo de R$ 45 mil, mas foi concedido às famílias subsídio para aquisição. Elas pagarão prestações entre 93 e R$ 139,50 pelo prazo de 10 anos. Ao final deste período, o imóvel estará quitado, sem nenhum outro ônus.

Os apartamentos têm dois quartos e estão distribuídos em blocos de quatro pavimentos, que formam um condomínio com área de estacionamento, quadra esportiva, parque infantil e salão de festas. Na vizinhança, há equipamentos comunitários como escola, creche e unidade de saúde.

O secretário de Habitação, Osmar Bertoldi, destacou a qualidade e o padrão de acabamento do Residencial Vila Mariana. “São unidades que têm um alto valor de mercado e estão acessíveis a famílias de menor poder aquisitivo. Por isso, é importante que os moradores preservem o imóvel e garantam um patrimônio para toda a vida”, falou.

Para o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Hermínio Basso, a parceria com o município de Curitiba na implantação do MCMV é importante para ampliar o alcance do programa federal e também para assegurar atendimento global às famílias. “Os empreendimentos da Prefeitura oferecem às famílias não apenas a oportunidade de uma moradia digna, mas também trazem junto uma boa infraestrutura e diversidade de serviços públicos”, disse.

A atuação conjunta do município e do governo federal para implantação do programa MCMV em Curitiba envolve a Prefeitura, a Cohab e a Caixa Econômica Federal . A articulação prevê atribuições específicas para cada um dos participantes do processo: a Caixa libera os recursos e administra as obras; a Prefeitura concede incentivos fiscais e construtivos para as empresas que atuam na faixa de interesse social, atendendo famílias com renda de até 6 salários; a Cohab identifica a demanda,  comercializa as unidades e realiza trabalho social com os moradores nas fases de pré e pós ocupação das unidades.

A comercialização das unidades foi feita pela Cohab de acordo com normas determinadas pelo governo federal, priorizando famílias desabrigadas de áreas de risco ou insalubres; chefiadas por mulheres; em situação de precariedade habitacional; com até três dependentes menores de 18 anos e residentes em imóveis alugados.

Com a entrega do novo residencial chega a 856 o número de unidades entregues em Curitiba desde o lançamento do programa em 2009. Outras 5.509 unidades estão em obras.

Vida melhor
O casal Daiane Cristina Ferreira e Rafael Rodrigo Riskoveski, levando a filha Eduarda, de quatro meses, recebeu as chaves das mãos do prefeito. Eles estão ansiosos para fazer a mudança porque irão trocar a despesa de aluguel pela prestação do apartamento e terão um ganho de R$ 200 no orçamento familiar. A parcela do financiamento será de R$ 99, enquanto o aluguel estava consumindo R$ 300 da família a cada mês. “Estamos realizados”, disseram.

A mesma satisfação foi manifestada por Ana Paula Bonfim e Claudecir Piza. No caso deles, a economia será ainda maior - R$ 264 por mês. Eles estavam morando na CIC e pagando R$ 400 de aluguel e, agora, terão um compromisso mensal de R$ 136 com a casa própria. “Vamos aproveitar o dinheiro que vai sobrar para investir em móveis e melhorias para a casa e também para viver com mais qualidade”, disse Ana Paula.

Joseana Aparecida Cândido era uma das mais emocionadas na solenidade de entrega. Ela está morando com o marido, carregador da Ceasa, e a filha de oito anos na casa da sogra há seis anos e tinha o sonho de ter um cantinho só para a família. “Hoje é o dia mais feliz da minha vida”, disse.

Marino Miguel e Janete Aparecida de Lima também vivem de favor na casa de parentes e estão contando as horas que faltam para fazer a mudança para o apartamento novo. Eles têm dois filhos e pretendem se transferir para o Residencial Vila Mariana na próxima terça-feira. “Estou sonhando com a minha casa desde já”, falou Janete.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera