Publicado em 10/27/2011 5:17:05 PM

Famílias deixam moradias precárias em áreas de risco para viver em apartamentos novos

Residencial Vila Mariana, no Tatuquara, atende inscritos na fila e também moradores de ocupações irregulares.

O Residencial Vila Mariana, no Tatuquara, inaugurado pelo prefeito Luciano Ducci no último dia 15, está recebendo seus novos moradores, oriundos da fila da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) e de ocupações irregulares. Das 224 unidades, 34 foram destinadas para famílias que estavam vivendo em locais insalubres em áreas de risco social.

“São famílias que deixam uma condição precária de moradia, em áreas com risco de enchentes e passam a viver em um condomínio de boa qualidade em um bairro que tem recebido bastante investimento da Prefeitura. Em breve, os moradores desta área terão próximos de suas casas equipamentos do município como um terminal de transporte, uma Rua da Cidadania, uma Unidade de Saúde 24 Horas e um Clube da Gente”, afirma o prefeito Luciano Ducci.

Instalada no novo empreendimento há uma semana, a aposentada Alaíde Maria Pires, 75 anos, está muito feliz em morar pela primeira vez na vida em um apartamento. Para evitar que precisasse subir escadas, ela foi atendida com uma unidade térrea. “Achei que ia demorar a me acostumar em apartamento, mas foi bem rápido. Estou adorando, aqui é calmo, do jeito que eu gosto. E o melhor é que já fiz boas amizades”, conta.

Avó de 18 netos e bisavó de 28 bisnetos, Alaíde mora sozinha. “Criançada é bom para visitar, mas gosto mesmo é de morar sozinha, para ter tranquilidade”, diz. Porém, tranquilidade não era algo comum nos 28 anos em que viveu na beira de rio, na vila Santo Antônio, no Pinheirinho. “Era muito triste, enfrentei muitas enchentes, perdi móveis. Minha casa estava caindo, já tinha buracos no assoalho. Estava ficando perigoso, mas graças a Deus eu vim para cá”, ressalta.

Exemplo para os demais moradores, Alaíde procura manter o lar sempre limpo. Para melhorar o visual já comprou as lajotas que vai colocar no piso. “Quero deixar o apartamento bem ajeitado, com tudo no lugar. Eu limpo por dentro e todos os dias varro a frente também. A casa da gente precisa ser bem cuidada”, finaliza.

Já a recepcionista Jaqueline Cordeiro Ferreira, 26 anos, morou por 13 em uma casa de madeira na ocupação irregular Vila Lorena, no Uberaba. “A casa estava muito velha, em péssimo estado. Eu tinha muito medo de que ela caísse. Quando chovia eu já entrava em desespero”, relembra ela, que é mãe do Eduardo, de 4 anos.

Nesta quinta-feira (27) a mudança de Jaqueline foi levada para o Residencial Vila Mariana. “Estou muito contente, o apartamento é ótimo e o conjunto  é lindo. Para o meu filho será perfeito, tem parquinho, quadra de futebol, bastante criança. Vamos começar uma vida nova”, ressalta.

O empreendimento
O Residencial Vila Mariana é resultado de parceria entre Prefeitura, a Cohab e a Caixa Econômica Federal e significou um investimento de R$ 10,4 milhões. Cada unidade tem um custo de R$ 45 mil, mas foi concedido às famílias subsídio para aquisição. Elas pagarão prestações entre 93 e R$ 139,50 pelo prazo de 10 anos. Ao final deste período, o imóvel estará quitado, sem nenhum outro ônus.

Os apartamentos têm dois quartos e estão distribuídos em blocos de quatro pavimentos, que formam um condomínio com área de estacionamento, quadra esportiva, parque infantil e salão de festas. Na vizinhança, há equipamentos comunitários como escola, creche e unidade de saúde.

O secretário municipal de Habitação, Osmar Bertoldi, destaca a parceria da Prefeitura com a Caixa. “Muito importante. Os recursos possibilitam que a Prefeitura esteja realizando uma gestão bastante voltada para a habitação, inclusive atendendo com prioridade moradores de áreas de risco, pessoas atingidas por enchentes. O Vila Mariana é um exemplo de como Curitiba tem sido referência na implantação do programa Minha Casa Minha Vida”, disse Bertoldi.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera