Publicado em 12/12/2011 12:17:39 PM

Programa habitacional de Curitiba terá mais 1 mil unidades

As unidades serão construídas no bairro Santa Cândida e vão beneficiar famílias com renda de até R$ 1,6 mil, mensais

O programa habitacional do município terá mais 848 apartamentos e 152 casas para atender famílias com renda de até R$ 1,6 mil. A construção das 1 mil unidades foi contratada nesta segunda-feira (12) por meio de parceria entre a Prefeitura, Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) e Caixa Econômica Federal,com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida. O investimento será de R$ 54,8 milhões.

“Este contrato é um exemplo de que a atuação conjunta do município e união pode ampliar o alcance das políticas públicas, trazendo benefícios para a parcela da população que mais precisa do apoio do governo para suprir suas necessidades”, disse o prefeito Luciano Ducci.

Ele lembrou que a adoção de políticas de proteção social foi decisiva para que nos últimos cinco anos houvesse redução na desigualdade no município, conforme constatado em estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas. “Houve uma redução da pobreza e 53% das famílias curitibanas que estavam nas classes D e E ascenderam à classe C”, falou.

A solenidade de contratação das obras foi realizada no auditório da Cohab, com a presença do secretário municipal de Habitação, Osmar Bertoldi, o presidente da Companhia, Ibson Campos, e da gerente regional de construção da Caixa em Curitiba,  Suely Peres Molinari, além de Fernando Mathias, representante da construtora FMM, que irá executar o projeto da casas e apartamentos.

As 1 mil unidades serão construídas no bairro Santa Cândida, distribuídas em dois empreendimentos. O Residencial Aroeira, na rua Walace Landal, terá 152 casas e 288 apartamentos, formando seis condomínios. O Residencial Imbuia, na rua Paulo Kulik, com 560 apartamentos, será dividido em cinco condomínios.
As unidades, com dois quartos, terão custo entre R$ 54 e R$ 55 mil. Para aquisição, as famílias pagarão prestações com valor equivalente a 10 % da renda, pelo prazo de 10 anos. Ao final deste período, a unidade será automaticamente quitada. “Trata-se de um subsídio muito forte, que permite às famílias de menor renda o acesso a uma moradia de qualidade”, falou Bertoldi.

Parte das unidades será destinada ao reassentamento de famílias que vivem em situação de risco na Vila Santos Andrade, no Campo Comprido, na bacia do rio Barigui. Outra parte atenderá famílias inscritas na fila da Cohab.

Para estas famílias, a definição de ocupação das unidades seguirá as normas do programa Minha Casa, Minha Vida e será encaminhada por meio de sorteio a ser realizado em sessão pública no auditório da Cohab, na etapa final de obras. Pelos critérios do programa, terão prioridade de atendimento famílias que se enquadrem em pelos menos uma destas condições: são chefiadas por mulheres, foram desabrigadas de áreas de risco, enfrentam precariedade habitacional, pagam aluguel e têm pelo menos um dependente.

Preservação – Os condomínios dos dois Residenciais serão formados por blocos de apartamentos com quatro pavimentos e terão áreas de estacionamento, recreação, salão de festas com churrasqueira e parque infantil. O projeto dos empreendimentos preservou uma área de bosque nativo e reservou parte do terreno para construção, no futuro, de duas escolas (uma municipal e uma estadual) e mais uma creche.

As 1.000 novas do programa Minha Casa, Minha Vida irão se somar às 5.509 que estão em obras atualmente em Curitiba. Além disso, há mais 856 que foram entregues este ano. “Conseguimos montar em Curitiba uma parceria entre a Prefeitura, Cohab e  Caixa Econômica Federal que está funcionando muito bem e ampliando oportunidades para as famílias que precisam de moradia”, explicou o presidente da Cohab.

Cada segmento desta parceria tem um papel diferenciado: a Caixa aprova os projetos e libera recursos para obras; a Cohab identifica as áreas para empreendimentos na cidade, faz a tramitação dos projetos na Prefeitura, cadastra e seleciona a demanda e dá apoio à comercialização das unidades; a Prefeitura oferece incentivo fiscal e construtivo às empresas.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera