Publicado em 1/20/2012 5:22:50 PM

Após encerrado projeto social da Cohab, comunidade do Itaqui caminha com as próprias pernas

Associação de Moradores do Itaqui já conquistou algumas melhorias para a comunidade e está batalhando por outras.

As 314 famílias que residem no conjunto Moradias Itaqui, no bairro Campo do Santana, já criaram vínculos com o local onde vivem e fundaram uma associação de moradores para representar os interesses da comunidade. Ocupado em 2010 por famílias oriundas da fila da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), o empreendimento recebeu acompanhamento do serviço social da companhia até o final do ano passado.

“Assim funcionam os projetos sociais da Cohab. Após a ocupação total das unidades de um empreendimento, as assistentes sociais permanecem em área para auxiliar na adaptação das famílias ao novo local de moradia. Quando os moradores estão aptos a se organizar, o projeto é encerrado e a comunidade passa a caminhar com as próprias pernas, já integrada ao restante da cidade”, explica o presidente da Cohab, Ibson Campos.

O projeto de trabalho técnico social da Cohab faz parte do processo de atuação da Companhia juntamente com a construção das casas. A ação do serviço social começa ainda na fase de obras e acompanha as famílias na etapa pós-ocupação das unidades, até que os vínculos de vizinhança da comunidade se estabeleçam e que seja criada a ligação dos moradores com o local onde estão inseridos.

Na prática, a conclusão do projeto social significa uma espécie de atestado de “maioridade” da comunidade, que, a partir de agora, ganha autonomia para tomar decisões e lutar pelos seus interesses. Um importante passo neste sentido é a instituição da Associação de Moradores do conjunto, atualmente na etapa de registro, com presidente já eleita, Silvana Perpétua de Macedo, 44 anos.

Conquistas
Criada em setembro de 2011, a Associação de Moradores do Itaqui já conquistou algumas melhorias para a comunidade e está batalhando por outras. “Pedimos e fomos atendidos com a ampliação da iluminação pública, para dar mais tranquilidade a nossas famílias, a sinalização das ruas para garantir a segurança do trânsito, e a implantação de uma creche com previsão de entrega para março”, conta Silvana.

O trabalho da associação é importante no sentido de levar até o poder público as solicitações de que a comunidade necessita. “A cidade é grande, a Prefeitura tem muitos locais para atender, então essa representatividade é fundamental para mostrar quais são as nossas necessidades”, diz a presidente.

No evento que marcou a conclusão do trabalho social no Moradias Itaqui, em dezembro último, Silvana pediu pessoalmente para o prefeito Luciano Ducci a instalação de uma academia ao ar livre no local. “Sabia, por causa das reuniões que fazemos, que este é um dos desejos de nossos moradores, então tive a oportunidade e não desperdicei. Porque quem não pede não ganha”, brinca.

  Silvana encaminhou ofícios para a URBS solicitando mais linhas de ônibus para atender a região. “A região cresceu, então precisamos de mais linhas de ônibus para nos atender. Se não fosse pela associação seria mais difícil de a Prefeitura ter conhecimento disto”.

De acordo com ela, o trabalho do serviço social da Cohab foi fundamental para a criação da associação de moradores. “As assistentes sociais que estavam presentes em nosso dia a dia sempre nos incentivaram a criar a associação, explicando esta questão de fazer a ponte entre a população e o poder público. Hoje somos muito gratos, pois a associação de moradores é uma realidade que contribui para o desenvolvimento de nossa comunidade”, conclui.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera