Publicado em 3/15/2012 5:50:36 PM

Fundo de Habitação terá R$ 3,1 milhões para investimento em 2012

O valor foi aprovado em reunião do Conselho Gestor do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS) e vai beneficiar 1,8 mil famílias

O Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS) irá investir este ano R$ 3,1 milhões em obras de urbanização de vilas, construção de equipamentos comunitários, melhoria habitacional e atendimento emergencial em áreas de risco. As obras irão beneficiar 1,8 famílias.

A decisão foi tomada em reunião nesta quinta-feira (15) do Conselho Gestor do FMHIS, realizada na sede da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), que é o agente operador do Fundo. O Conselho Gestor é um organismo deliberativo composto por representantes dos setores público e privado e dos movimentos populares que tem a responsabilidade de acompanhar os investimentos do FMHIS.

“O Fundo é um mecanismo auxiliar de financiamento da produção habitacional do município e está sendo utilizado para atender a faixa mais carente da população”, explica o prefeito Luciano Ducci.

Os investimentos aprovados pelo Conselho Gestor para o ano de 2012 incluem a implantação de infraestrutura, com drenagem, pavimentação e redes de água e esgoto nas Vilas Hakim e Bom Jesus; construção de um barracão de triagem de material reciclável no Moradias União Ferroviária, no bolsão Audi / União; complementação do projeto Comunidade em Cores (recuperação de fachadas e pintura de casas) e realização de trabalho social na Vila Torres; compra de materiais para atendimento de situações emergenciais em ocupações irregulares; melhoria habitacional para família que vivem em moradias precárias em vilas com projetos de urbanização em andamento pela Cohab.

O Conselho Gestor é presidido pelo secretário municipal de Obras Públicas, Mario Tookuni e tem representantes da Cohab, do Ippuc, da Secretaria Municipal de Finanças, da Câmara Municipal, do Sindicato da Indústria da Construção Civil e das Associações de Moradores das vilas Parolin e Autódromo.

Durante a reunião, além dos investimentos para este ano, os conselheiros aprovaram a prestação de contas relativas a 2011, quando foram investidos R$ 3,7 milhões em obras que beneficiaram 1,3 mil famílias. Também foi autorizada a construção de uma escola, pela Secretaria Municipal de Educação, em área pertencente ao Fundo, junto ao Moradias Serra do Mar, empreendimento em obras, com 145 unidades, no bairro do Cajuru. 

A principal receita do FMHIS é a arrecadação do mecanismo do solo criado, um instrumento de gestão urbana previsto no Estatuto da Cidade. Por meio dele, as empresas de construção civil podem acrescentar área construída em seus empreendimentos, pagando pelo acréscimo. Os pagamentos vão para a conta do Fundo e correspondem a cerca de 90% da sua receita.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera