Publicado em 6/5/2012 4:48:34 PM

Famílias deixam áreas de risco e recebem casas novas no Tatuquara

45 novas unidades estão sendo entregues no Moradias Rio Bonito e Santa Tereza

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) começou a reassentar 45 famílias em novas casas construídas no bairro Tatuquara. As unidades estão sendo entregues para famílias oriundas de áreas de risco nas vilas Bons Amigos, no Umbará, Ipiranga, no Capão Raso, Parque Náutico, no Alto Boqueirão, Terra Santa no Tatuquara, Rigoni e Belo Ar no CIC.

“São famílias que viviam em situação precária nas margens de rios ou muito próximas a linhas de trem, onde enfrentavam problemas de alagamentos, falta de rede de esgoto e transmissão de doenças. Estes moradores estão sendo transferidos para moradias seguras, onde poderão recomeçar suas vidas, agora inseridos na cidade formal”, explica o secretário municipal de habitação e presidente da Cohab, Ibson Campos.

As 45 casas possuem dois quartos e estão distribuídas nos loteamentos Rio Bonito e Santa Tereza, ambos no Tatuquara. Foram investidos na construção R$ 1,35 milhões, recursos do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS). As unidades estão sendo entregues gradativamente conforme as obras ficam prontas.

A região será atendida com um amplo programa de pavimentação de ruas. Serão beneficiadas 160 ruas, o que significa 36 quilômetros de asfalto novo. A obra será feita em três etapas. Nesta primeira fase, serão atendidas 51 ruas. A segunda etapa vai contemplar 62 ruas e na última, a Prefeitura irá asfaltar mais 46 ruas.

Enchente nunca mais – Suelen Aparecida Gomes, 22 anos, mudou-se para uma das casas construídas no Rio Bonito, onde está morando com o marido Renolds Araújo, 26. O casal vivia em um cômodo cedido pela tia dela, na vila Belo Ar, no CIC. “Tivemos que contar com a ajuda da minha tia depois que perdemos tudo em uma enchente. Não restou nada em casa”, relembra.

Contente por estarem instalados em local seguro, ela mostra orgulhosa o piso cerâmico que colocaram na casa. “O próximo passo é fazer o muro. Estamos muito felizes, porque agora a gente vai poder se organizar, poder comprar as coisas para por dentro de casa. Vamos começar uma vida nova, longe do sofrimento do passado”, afirma ela.

A aposentada Maria Passini, 72 anos, também melhorou de vida. Saiu da vila Bons Amigos, no Umbará, onde vivia com a filha Iolanda, 47, em uma precária casa de madeira nas margens da linha do trem. “Além de ser muito perto do trem, atrás da casa passava um valetão, onde as famílias despejavam o esgoto. Apareciam muitos ratos e o cheiro era horrível”, conta.

Na casa nova ela já colocou piso e enfeitou a fachada com suas plantas. “A casa é ótima, dá gosto de manter arrumada e bonita. O bairro é bem tranquilo, estou adorando viver aqui”, conclui.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera