Publicado em 7/10/2012 4:54:49 PM

Construção de 2.796 moradias está mudando o perfil do Ganchinho

Unidades habitacionais vão atender moradores de áreas de risco e também inscritos na fila da Cohab

Grandes empreendimentos do programa habitacional do município estão mudando o panorama do bairro Ganchinho, na Regional Bairro Novo. Atualmente com uma população de 8.695 habitantes, o bairro receberá até o final do ano mais 10 mil moradores, que vão ocupar as 2.796 unidades habitacionais que estão em construção no local.

O secretário municipal de Habitação e presidente da Cohab, Ibson Campos,  acompanhado de técnicos da Prefeitura, foi conferir nesta terça-feira (10) o andamento das obras do maior conjunto em construção na região, o Residencial Parque Iguaçu, com 1.411 unidades.

“Está ficando excelente. O Ganchinho vai dar um salto no que diz respeito ao desenvolvimento urbano, pois além das moradias, a Prefeitura levará ao local maior oferta de equipamentos públicos e infraestrutura, para possibilitar uma expansão com qualidade de vida”, disse Campos.

As obras habitacionais estão sendo executadas em parceria com a Caixa Econômica Federal, com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida. São investimentos de R$ 140 milhões, que devem atender duas faixas da clientela da Cohab.

Parte das unidades, num total de 1.820, está destinada a famílias com renda de até R$ 1.395, originárias da fila da Cohab e de áreas de risco. Nesta situação estão moradores das Vilas Americana, Coqueiros, Nova Aurora, Parque Náutico e de um barracão no bairro Boqueirão que abriga coletores de material reciclável.

Outras 976 unidades em obras no Ganchinho foram comercializadas entre famílias da fila da Cohab com renda entre R$ 1.395 e R$ 2.900. A comercialização foi realizada antes do início das obras, ou “na planta”, como é conhecido este tipo de operação.

O presidente da Cohab percorreu os canteiros de obras, na companhia da administradora regional do Bairro Novo, Elci Sfredo, e conversou com operários, em especial um grupo de mulheres que trabalham na construção. A mão de obra feminina representa um quarto (25%) da força de trabalho ocupada nos empreendimentos.

Infraestrutura – Hoje o Ganchinho conta com dois Centros Municipais de Educação Integral (CMEI), duas escolas de 1ª a 4ª série e uma Unidade de Saúde. Para garantir o atendimento aos futuros moradores serão implantadas mais uma escola municipal, outra estadual, além de nova creche e outra unidade de saúde.
Além de mais equipamentos públicos, as linhas de ônibus que operam no local serão estendidas e ganharão outras paradas, com intuito de facilitar o deslocamento dos novos habitantes do bairro.

“São obras de grande proporção, mas o Ganchinho vai crescer de maneira planejada, totalmente integrado ao resto da cidade. Sua população vai construir o sentimento de pertencimento e identificação com o local onde vive. É a Prefeitura atuando de modo intersetorial para garantir a continuidade do desenvolvimento de Curitiba”, finaliza Campos.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera