Publicado em 7/11/2012 12:20:11 PM

Famílias comparecem à Cohab para adquirir apartamentos no Campo do Santana

Unidades habitacionais vão atender inscritos na fila da Cohab com renda entre R$ 1,6 mil e R$ 3,1 mil

Famílias com renda entre R$ 1,6 mil e R$ 3,1 mil inscritas no cadastro da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) estão sendo convocadas para adquirir apartamentos no Residencial Cidade de Broni, conjunto de 512 unidades que será construído no bairro Campo do Santana. Nesta semana os convocados estão participando de reuniões informativas sobre o empreendimento e as condições de financiamento.

A comercialização das unidades está sendo feita “na planta”, ou seja, antes do início das obras. Após a reunião, os interessados em adquirir um apartamento agendam a entrega da documentação que será encaminhada para a Caixa Econômica, para aprovação do financiamento.

A relação dos convocados está disponível nas agências de atendimento da Cohab e também no site da companhia no link http://www.cohabct.com.br/conteudo.aspx?conteudo=537. Quem perdeu a data da convocação ou não tomou conhecimento da mesma, será chamado nos próximos dias para uma nova rodada de reuniões.

“As convocações da Cohab estão sendo feitas por meio do site para dar ampla publicidade ao processo de classificação das famílias inscritas para aquisição de imóveis. Com isso, o programa habitacional do município ganha mais transparência”, diz o presidente da Companhia e secretário municipal de Habitação, Ibson Campos.

Minha Casa, Minha Vida - As reuniões com as famílias convocadas estão ocorrendo desde terça-feira (10) e vão até sexta-feira (13), em dois horários, às 9 e às 15h30, na sede antiga da Cohab, na rua Vicente Machado, 1.456.

O empreendimento que está sendo comercializado está inserido no programa Minha Casa, Minha Vida e é resultado de parceria entre a Cohab e a Caixa Econômica Federal. A Companhia é responsável pela identificação e encaminhamento da demanda.

Estão sendo ofertados 150 apartamentos de dois quartos, uma vez que as demais unidades já foram comercializadas. O custo unitário dos imóveis é de R$ 85 mil. A aquisição pode ser financiada em até 360 meses e as famílias, de acordo com sua renda, podem ter subsídio de até R$ 17 mil. Na prática, este subsídio corresponde a um desconto no custo final.

A prestação média prevista para um financiamento em 25 anos ficará em torno de R$ 480, mas este valor poderá variar em função das características de cada contrato, considerando fatores como renda familiar, idade do titular do financiamento e prazo de pagamento.

As famílias incluídas nesta convocação estão inseridas na chamada faixa 2 do programa Minha Casa, Minha Vida, onde o principal critério para classificação é a ordem de inscrição no cadastro da Cohab. Elas se cadastraram para atendimento entre janeiro e março de 2011.

Durante a reunião de comercialização das unidades, os convocados recebem informações sobre o empreendimento, sobre o funcionamento do MCMV e as condições de financiamento.

Caso tenham interesse na aquisição dos imóveis, deverão agendar atendimento na sede da Cohab para encaminhar documentação à Caixa Econômica Federal, que é o agente financeiro do programa. A aprovação do financiamento é responsabilidade da Caixa.

Conforme normativa do governo federal, a chamada faixa 2 do programa Minha Casa, Minha Vida, alcança família com renda entre R$ 1, 6 mil e R$ 3,1 mil. Quem recebe menos de R$ 1,6 mil faz parte da faixa 1 do programa e está sujeito a uma sistemática diferente de convocação.

Neste caso, a ordem de inscrição não vale como critério para classificação, já que as normas do programa federal determinam que a definição das famílias deve ser por meio de sorteio, independente da ordem de inscrição. A relação dos participantes dos sorteios e a lista dos sorteados também estão sendo publicadas no site da Cohab.

Adeus aluguel -  O técnico em segurança do trabalho Emerson Luiz Ludovico, 37 anos, está prestes a realizar o sonho da casa própria. Ele e sua esposa Nádia de Araújo Ludovico, 38, participaram da reunião desta quarta-feira (11) e demonstraram interesse em adquirir uma unidade no residencial Cidade de Broni. “Queremos dar adeus ao aluguel, que é um dinheiro que vai e não volta mais”, destaca ela, que é operadora de telemarketing.

Atualmente o casal mora com as duas filhas em um apartamento alugado no bairro Novo Mundo. “Estamos felizes e esperançosos em poder conquistar um imóvel próprio. As condições são ótimas, o preço se encaixa em nosso orçamento, mas o principal é a certeza de que é um patrimônio que vamos deixar para nossas filhas”, diz Nádia.

Conseguir um imóvel próprio aos 22 anos é o sonho de qualquer jovem e está muito perto de acontecer para o mecânico Eduardo Chiquim. Ele mora com a mãe em uma casa no Campo Comprido e está ansioso pela conquista da independência. “Para mim vai ser ótimo, pois já está na hora de seguir meu próprio caminho. Achei o valor bem acessível”, disse ele, que pretende morar com a namorada Amanda Zarpelon, 16 anos. “É uma vitória conseguir um apartamento sendo tão novo”, comemora o mecânico.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera