Publicado em 7/17/2012 4:28:03 PM

Moradores da Vila Sandra comparecem à Cohab para obter escrituras

Ao todo, 734 famílias estão sendo beneficiadas com a documentação que garante a propriedade do terreno onde vivem

Moradores da Vila Sandra, no CIC, estão comparecendo à sede da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) nesta semana, para entregar a documentação necessária à elaboração das escrituras de propriedade dos lotes que habitam. Estão sendo beneficiadas 734 famílias, que com o documento em mãos passam a ser oficialmente proprietárias dos locais onde vivem. Até esta terça-feira (17), 366 famílias já haviam agendado a entrega de documentação.

A titulação da área põe fim a uma espera de 20 anos das famílias, que estão no local desde setembro de 1992. A área onde se formou a ocupação pertencia à Curitiba S/A – empresa de economia mista do município. Quando os primeiros moradores se estabeleceram ali não havia qualquer infraestrutura no local e, só aos poucos, a medida que a ocupação se consolidou chegaram os benefícios.

A condição atual da área difere muito da situação inicial. Localizada em ponto estratégico do bairro, entre as ruas Luiz Tramontin e José Dembinski, a Vila Sandra tem hoje infraestrutura completa e é servida por diversos serviços e equipamentos públicos localizados na vizinhança, como linha de ônibus, creches, escolas e unidade de saúde. O que faltava para as famílias era a garantia do documento de propriedade dos lotes.

No início do mês, técnicos da Cohab começaram a percorrer as casas das famílias beneficiadas para fazer a identificação e qualificação dos moradores. Após esta etapa, os moradores agendam por telefone uma data para a entrega da documentação necessária à elaboração da escritura. "Como estamos com uma alta demanda de atendimento pelo serviço do 0800, os moradores precisam ter um pouco de paciência caso encontrem dificuldades em completar a ligação", explica a gerente do Departamento de Serviço de Informação ao Cidadão, Claudenice Filadoro.

A documentação completa a ser entregue pode ser encontrada no link http://www.cohabct.com.br/conteudo.aspx?secao=13 após o subtítulo Morador da Vila Sandra. Os beneficiados com a regularização da área vão pagar uma taxa de R$ 865, relativa à elaboração da escritura e do respectivo registro imobiliário. "Outros valores serão informados no momento do atendimento", completa Claudenice.

 

Segurança – A cabeleireira Josiane da Cruz, 49 anos, mora há 13 na Vila Sandra, com a irmã, o cunhado e a sobrinha. Quando chegou ao local, relembra que não havia quase nada. “Hoje está muito diferente, temos tudo o que precisamos, comércio desenvolvido, infraestrutura. Estou muito contente, pois esta conquista é uma garantia de ter o que deixar para os parentes. Nunca sabemos o dia de amanhã”, afirma ela.

Já o pedreiro Jorge Domingues de Lima, 50 anos, conta que foi um dos primeiros a chegar ao local, há duas décadas. “Na época, para sair de casa a gente colocava sacolas plásticas nos pés para não sujar os sapatos de lama. Com o tempo as coisas foram melhorando e hoje temos todas as ruas asfaltadas. Agora, com acesso á escritura, me sinto mais seguro em ter o documento que comprova que sou proprietário do lugar onde eu vivo”, conclui.

Passo a passo - O primeiro trabalho da Cohab no processo de regularização fundiária é levantar a documentação da área ocupada para saber se é pública ou particular. Em seguida realizam-se serviços topográficos para definir a configuração da ocupação e com base nos levantamentos elabora-se a planta do loteamento.

O serviço social da Companhia identifica as famílias, cadastra os moradores e numera as casas. Após aprovada e registrada a planta junto ao município, as famílias assinam contrato para posteriormente receberem as escrituras de propriedade, registradas em cartório. É o documento que comprova a posse individual do lote.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera