Publicado em 12/29/2012 12:32:57 PM

Escola e creche consolidam urbanização da Vila Parolin

Novas equipamentos e infraestrutura fazem parte do programa coordenado pela Cohab com investimentos totais de R$ 52,4 milhões

A Vila Parolin, área que esté em processo de urbanização, ganhou no sábado (29) um novo complexo educacional, com creche e escola, para atender a 580 crianças, desde os três meses de idade até ao 5º ano.

As obras marcam mais uma etapa do processo de intervenção conduzido pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab)  na área que é a mais antiga ocupação da cidade, surgida no início da década de 50. Ainda como parte do processo de urbanização do local, o prefeito Luciano Ducci, o secretário da Habitação Osmar Bertoldi, e o presidente da Cohab, Ibson Campos, autorizaram a licitação para construção do Residencial Vila Esperança, com 80 novos apartamentos na Vila Parolin. O investimento nas novas moradias será se R$ 5,1 milhões.

A escola Municipal Professora Nansyr Cecato Cavichiolo é a 183ª unidade da rede municipal de ensino. Tem 1.767 m² de área construída em um terreno com dimensão de 4,9 mil metros quadrados. São 14 salas de aula, área administrativa, cozinha, refeitório, sanitários, pátio coberto, e quadra poliesportiva para atender a crianças da pré-escola ao 5º ano.

Durante a inauguração, a secretária municipal de Educação,Liliane Sabbag, anunciou que a escola funcionará em período integral, atendendo, desta forma, uma reivindicação da comunidade.

Tatiane Lacerda, moradora da Vila Parolin , mãe de uma menina de 9 anos, comemorou a inauguração da escola. No próximo ano, ela poderá transferir a menina para o estabelecimento, que fica a poucas quadras de sua casa. Assim, a filha não precisará mais utilizar ônibus para estudar, como acontecia até agora. “Será bem mais fácil”, disse ela.

Maristela Lara Costa, outra moradora, também estava contente com anova escola. Ela tem uma neta de 7 anos que vai estudar lá. “A vida na Vila Parolin melhorou muito nos últimos anos. Só estava faltando mesmo uma escola”, falou.

Em frente à escola foi entregue o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Guilherme Canto Darin, com capacidade para atender a 200 crianças de três meses a cinco anos de idade. O retorno às aulas será em 14 de fevereiro.

Também participaram da inauguração dos equipamentos, o administrador regional do Portão, Gilberto Bedin, o vereador Edson do Parolin e integrantes das famílias Cavichiolo e Darin, homenageadas na escola e na creche.

Investimentos – Na ação coordenada pela Cohab, o total de investimentos na urbanização na Vila Parolin soma R$ 52,4 milhões. O projeto beneficia 1,5 mil famílias, com obras de construção de casas para reassentamento de famílias em situação de risco; complementação da infraestrutura nas áreas onde as famílias permanecem; melhoria habitacional para casas em situação precária e construção de equipamentos comunitários.

Além da nova creche e escola a região conta com um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e uma Unidade de Saúde (reconstruída e em funcionamento). Estes três equipamentos foram integralmente construídos com recursos da Prefeitura. Além disso, o projeto inclui também um barracão do programa EcoCidadão, construído pela  Cohab e que já está funcionando.

Apartamentos – Durante o evento de inauguração da escola, o prefeito assinou, junto com o secretário da Habitação Osmar Bertoldi, e o presidente da Cohab, Ibson Campos, autorização de licitação para construção de empreendimento com  80 apartamentos na Vila Parolin. As unidades serão destinadas a famílias que vivem em situação de risco ou insalubridade na área.

O empreendimento, já batizado de Residencial Esperança, será construído ao lado da creche e em frente à escola, na esquina das ruas Lamenha Lins e Porthos Velozo. O terreno, com 3,5 mil metros quadrados, pertence ao Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS) e a construção de unidades será feita em parceria com a Caixa Econômica Federal, com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida.

O Residencial irá complementar o projeto de urbanização da Vila Parolin e significará um investimento de R$ 5,1 milhões. Os apartamentos de dois quartos terão um custo unitário de R$ 64 mil e serão repassados às famílias com subsídio: elas pagarão o equivalente a 5% da renda familiar, pelo prazo de 10 anos. Após este período, o imóvel será automaticamente quitado. A renda das famílias que serão atendidas no empreendimento não poderá ultrapassar R$ 1,6 mil – a chamada faixa 1, do programa MCMV. 

O edital de licitação será lançado pela Cohab no início do próximo ano, na modalidade “chamamento de empresas”, prevista na lei federal 8.666/93. A empresa vencedora vai executar a obra com os recursos que serão liberados pela Caixa, de acordo com o andamento da construção.


Vila mais antiga – A Vila Parolin é a mais antiga área de ocupação da cidade, surgida no início da década de 50. O início da ocupação, de acordo com moradores antigos, se deu ao longo da antiga via férrea – um ramal da Rede Ferroviária Federal que cortava a região sul da cidade, hoje desativado. Com o tempo, a ocupação se expandiu para outros terrenos próximos e acabou se consolidando.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera