Publicado em 12/5/2013 3:54:01 PM

Moradores de áreas de risco assinam contrato para ocupar 112 novos apartamentos

Unidades do Residencial Novo Bairro IV serão destinadas para famílias de oito ocupações irregulares

Famílias de oito diferentes ocupações irregulares assinaram, nesta quinta-feira (05), contratos para aquisição de unidades no conjunto Novo Bairro IV, empreendimento com 112 apartamentos construídos no bairro Ganchinho com recursos do programa Minha Casa Minha Vida. Estão sendo beneficiados moradores cadastrados pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) oriundos das Vilas Aurora, Americana e Coqueiros, no Sítio Cercado; Formosa, no Novo Mundo, Esmeralda, Rex e Mariana, no Xaxim; Bela Vista da Ordem, no Tatuquara e Vila Torres, no Prado Velho.

A assinatura dos contratos é a etapa que antecede o recebimento das chaves dos imóveis, que acontece já nesta sexta-feira (06). A ocupação das 112 unidades foi definida por meio de um sorteio realizado na última quarta-feira (04). O Novo Bairro IV conta com 6 apartamentos adaptados para usuários de cadeira de rodas. Outras 22 unidades térreas foram reservadas para idosos e pessoas com a mobilidade reduzida. O conjunto  possui guarita, salão de festas, estacionamento e parquinho infantil.

O novo conjunto fica situado na rua Expedicionário Claudio Joay, próximo à rua Eduardo Pinto da Rocha, importante via de ligação entre bairros da região sul da cidade. Dividido em Novo Bairro I, II, III, IV e V, o empreendimento todo soma 649 moradias e representa investimento de 34,2 milhões, dos quais R$ 5 milhões foram usados para construção do Novo Bairro IV.

Dos cinco conjuntos, apenas um já está ocupado - o Novo Bairro V, que foi destinado para 336 famílias inscritas na fila da Cohab com renda entre R$ 1,6 mil e R$ 3,1 mil. Os outros quatro residenciais somam 313 unidades e serão entregues nesta sexta-feira (06) para moradores que deixarão de viver em áreas de risco.

Vida nova -  A supervisora de call center Miriam Rozendo, 29 anos, morou por toda vida na vila Formosa, em uma casa que pegou fogo no início de outubro. De lá para cá, ela passou a viver em uma casa alugada na mesma vila, situada às margens do rio Formosa, no bairro Novo Mundo. Miriam é mãe do Kauã, 10 anos e da pequena Melissa, de 11 meses.

Contente em assinar o contrato, ela já projeta o futuro depois que se mudar para o novo apartamento. “Tenho certeza que seremos muito felizes lá. Eu não esperava que o condomínio ia ficar tão bonito, foi uma surpresa. Andei pela região e também gostei muito, principalmente por ter tudo por perto, creche, comércio e até Rua da Cidadania”, afirma.

Já a recepcionista Evelin Pereira, 21 anos, vai deixar a precária casa de madeira em que vive nas margens do rio Belém, na Vila Torres, com o filho Caio de três anos e a caçula Isadora de apenas três meses. “Vivemos uma situação difícil, com alagamentos, muita sujeira e violência. Não vejo a hora de mudar de vida, de sair de lá”, ressalta.

Sobre o novo conjunto, ela não poupa elogios. “Ficou lindo, maravilhoso. Para a gente que é de favela vai ser um paraíso, até difícil acreditar. É muita alegria saber que vou criar meus filhos em uma condição melhor”, finaliza.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera