Publicado em 3/26/2014 12:08:04 PM

Famílias que serão reassentadas aprendem sobre convívio coletivo

Futuros moradores do Residencial Aroeira participaram de reunião explicativa que faz parte da preparação para a vida em comunidade

Moradores que serão retirados de áreas de risco social participaram, nesta terça-feira (25), de uma reunião explicativa sobre noções de convívio coletivo. Os convocados serão os futuros moradores do residencial  Aroeira, conjunto do programa habitacional do município construído no bairro Santa Cândida, com recursos do Minha Casa Minha Vida, do governo federal.

O empreendimento será destinado para moradores oriundos de diferentes ocupações irregulares da cidade. As reuniões preparatórias para a vida em condomínio estão acontecendo em etapas. A primeira foi destinada a famílias que vivem nas vilas Bom Jesus e São Francisco, ambas no bairro Boa Vista e na vila Hakim, situada em Santa Felicidade.

Nas próximas semanas, moradores de outras vilas que serão reassentados no local também participarão dos preparativos para a mudança. Todos os beneficiados foram previamente cadastrados pelo serviço social da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab).

O Residencial  Aroeira possui ao todo 440 unidades habitacionais. São 30 casas adaptadas para pessoas com deficiência, 122 sobrados e mais 288 apartamentos distribuídos em 18 blocos. As famílias participantes da reunião vão ocupar 54 sobrados quatro casas adaptadas. Os beneficiados estão entregando a documentação necessária para aprovar o financiamento habitacional junto à Caixa Econômica.

No encontro foram abordadas questões relevantes para o bom convívio entre vizinhos, como respeitar os horários de silêncio, comunicar a realização de reformas, cuidados para que o animal de estimação não incomode a vizinhança, e a maneira correta de acondicionar o lixo.

“São muitas famílias de hábitos e rotinas diferentes ocupando o mesmo espaço. Para garantir um convívio harmonioso é preciso que haja colaboração de todos, por isso a Cohab realiza estas reuniões, para conscientizar os envolvidos da importância de respeitar o direito do outro. Aconselhamos a não gritar nem ser rude com os vizinhos, pois a melhor maneira de resolver as diferenças é uma tranquila e sincera conversa”, destaca a assistente social Danieli Kiefer.

Além das questões de relação de vizinhança, os participantes receberam as primeiras informações sobre a necessidade formal de se instalar o condomínio, criar regimento interno e eleger síndico. Trata-se de exigências legais que antecedem a entrega das chaves para os beneficiados.

Expectativa – Nascida e criada na Vila Hakim, Mariana de Campos, 25 anos, está ansiosa pela mudança para o novo sobrado no Residencial Aroeira. Mãe da Brenda, de um ano e quatro meses, ela conta que já enfrentou dois grandes alagamentos em sua atual moradia. “Viver em beira de rio é complicado, porque quando começa a chover já vem aquela preocupação. Já aconteceu duas vezes de a água entrar na minha casa e alagar tudo. É triste, a gente se sente incapaz”, afirma.

Sobre o futuro lar ela faz um elogio. “Passei na frente do conjunto dias atrás, o sobrado é muito bonito. Estou feliz em poder morar num lugar melhor. A maior alegria é saber que lá vou poder cuidar e deixar sempre tudo bem arrumadinho. Vai ser outra vida”, comemora.

A dona de casa Jussara de Oliveira, 24 anos, também está na expectativa de poder mudar para o novo sobrado. Mãe de três filhos, entre eles o pequeno Yan, de dois meses, ela vive na Vila Bom Jesus há oito anos. “Morar do lado do valetão não é escolha, é por não ter outra opção. Quem diz que gosta só pode estar mentindo. Quem vai gostar de viver com ratos, sujeira, perigo de doenças, de enchente. Além do mais, lá não é nosso, não tem documento. Quero mudar para o sobrado novo para levar outra vida e poder ter o que deixar para meus filhos”, enfatiza.

Visita

As próximas ações da Cohab com os futuros moradores do Residencial Aroeira serão visitas ao empreendimento e o sorteio das unidades. As famílias terão a oportunidade de conhecer o conjunto e o espaço interno de suas novas moradias. Para o sorteio das unidades será permitida a escolha de um dos vizinhos. “Antes do sorteio, as famílias que desejarem morar lado a lado devem comunicar a Cohab, para que possam ser sorteadas juntas”, explica Danieli.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera