Publicado em 3/28/2014 6:00:54 PM

Moradores de conjunto da Cohab fazem plantio de mudas de árvores

Participaram da atividade famílias do Moradias Pinhão, no Sítio Cercado

Depois de viver por décadas em área de risco nas margens do Ribeirão dos Padilha, famílias que foram reassentadas no Moradias Pinhão, no Sítio Cercado, agora estão contribuindo para a preservação ambiental. Nesta sexta-feira (28), moradores locais participaram do plantio de 60 mudas de árvores em uma área ao lado do conjunto.

O Moradias Pinhão possui 39 casas e foi concebido em 2009, graças a sobra de um contrato de financiamento efetuado junto ao governo federal em anos anteriores. Em 2004, a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) urbanizou a área conhecida como Vila Xapinhal, beneficiando mais de 2 mil famílias, porém restaram recursos na ordem de R$ 879 mil. Este valor foi renegociado e possibilitou a construção de 21 casas, além da implantação de toda infraestrutura do conjunto (pavimentação, redes de água, drenagem e esgoto).

Das 21 casas, 15 foram destinadas para ex-moradores da vila Xapinhal, enquanto as outras seis ficaram para famílias da vila Gramados. As demais 18 unidades que completam a ocupação do empreendimento foram construídas com recursos da Prefeitura e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. O investimento é de R$ 710 mil.

Os projetos de reassentamento coordenados pela Cohab, além de proporcionar moradia também contam com um componente ambiental. “Após a desocupação de áreas impróprias para moradia, em fundos de vale e margens de rios, a Cohab e a Prefeitura realizam a recuperação ambiental do local que estava degradado. E para evitar novas ocupações são implantadas canchas esportivas e outros equipamentos”, explica o presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues.

Além da revitalização das áreas desocupadas, ações ambientais são desenvolvidas por técnicos antes, durante e depois das mudanças das famílias. O plantio das mudas de árvore faz parte deste trabalho que é realizado pela Cohab, em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Os próprios moradores locais cavaram os buracos e plantaram as mudas. Cada árvore recebeu uma plaquinha com o nome da família que plantou. Segundo técnicos do projeto, trata-se de uma forma de valorizar os moradores e incentivar que os próprios cuidem das mudas, pois o benefício é para eles mesmos.

Foram plantados ipês, aroeiras, patas de vaca, araçá, gabiroba e pitangueiras. As famílias que possuem espaço no quintal receberam uma muda de árvore frutífera para levar para casa. As árvores, depois de crescidas, criam locais de sombra e garantem a proteção térmica do local, além de embelezar e valorizar o paisagismo do conjunto.

Vida melhor

O coletor de material reciclável José Dias Santos, 64 anos, foi um dos que ajudou no plantio das árvores. Morador do conjunto há um ano ele comenta a melhora na qualidade de vida que sua família teve ao sair da vila Gramados. “Moramos lá por 18 anos, em uma casa de madeira na beira do rio. A água entrava por baixo da casa e estava tudo já apodrecido. Aqui está muito melhor, a casa é boa, não corremos perigo”, destaca.

Sobre a ação de plantio, ele ressalta a importância da iniciativa. “É ótimo para toda a comunidade. Árvore nunca é demais e nós escolhemos aqui porque vai fazer sombra no campinho de futebol das crianças”.

O motorista Celito de Oliveira, 47 anos, conta que foi dos primeiros a chegar na Vila Gramados, há 25 anos. Hoje, longe da habitação precária, ele leva uma vida mais tranquila. “Está sendo uma maravilha morar aqui, lugar sossegado, as casas são boas”, diz. Com relação ao plantio, ele garante que os moradores vão cuidar das mudas. “Tenho certeza de que todos vão ajudar a cuidar, para as árvores crescerem e nos darem os frutos”.

 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera