Publicado em 4/14/2014 9:14:42 AM

Famílias que serão reassentadas visitam apartamentos no Cachoeira

Residencial Aroeira vai atender moradores que serão retirados de seis ocupações irregulares

Famílias que serão retiradas de situações precárias em ocupações irregulares conheceram nesta sexta-feira (11) o local para onde serão transferidas. Os futuros moradores participaram de uma visita ao Residencial Aroeira, conjunto de 440 unidades construído no bairro Cachoeira com recursos do programa Minha Casa Minha Vida. A visita foi acompanhada por técnicos da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), que prestaram esclarecimentos aos beneficiados.

“É uma boa chance para as famílias que estão aguardando atendimento. Na ocasião eles podem ver a qualidade dos imóveis que irão habitar e já podem visualizar a distribuição das peças e o espaço que terão disponível no apartamento, além de conhecer a região que vão habitar”, explica o presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues.

A visita faz parte dos preparativos que antecedem a entrega das chaves. Antes os futuros moradores haviam participado de uma reunião sobre noções de convívio coletivo. “A maioria das famílias que reassentamos nunca morou em apartamento, então para preparar as famílias para este novo estilo de vida, a Cohab realiza o trabalho técnico social, do qual fazem parte as reuniões e a visita ao empreendimento”, completa Rodrigues.

O Residencial Aroeira terá 30 casas adaptadas para pessoas com deficiência, 122 sobrados e mais 288 apartamentos distribuídos em 18 blocos. As unidades vão atender moradores das ocupações irregulares Vila Hakim, São Francisco, Bom Jesus, São Carlos, Califórnia e Santos Andrade. As visitas estão acontecendo em etapas, nesta sexta-feira (11) foi a vez dos moradores da vila Santos Andrade, no Campo Comprido.

Alívio -  A auxiliar de limpeza Raquel de Barros, 56 anos, está contando os dias para se mudar para o apartamento novo. Moradora da vila Santos Andrade há 20 anos, ela conta que já sofreu bastante por morar em beira de rio. “É muito difícil viver no meio do barro quando chove e cheio de poeira quando está seco. Não tem como deixar a casa limpa, não aguento mais isso”, afirma.

Ao entrar no apartamento do Residencial Aroeira, Raquel chegou a chorar. “É muita emoção, difícil até de acreditar. Adorei o apartamento e sei que vou ser muito feliz aqui. È uma mudança completa de vida”, diz ela, que vai morar com a filha Karin, de 24 anos.

A dona de casa  Adriele de Andrade, 22 anos, é nascida e criada na vila Santos Andrade. As dificuldades que aprendeu a conviver não farão parte da vida do filho Yuri. “Graças a Deus, meu filho eu vou poder criar em um lugar melhor. Ele vai tr mais qualidade de vida aqui no apartamento. A vida no barraco em beira de rio vai ficar só no passado”, finaliza.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera