Publicado em 6/4/2014 3:14:47 PM

Assinatura de contratos garante casa própria para 480 famílias

As moradias estão localizadas no bairro Santa Cândida, em dois empreendimentos que são resultado de parceria entre a Cohab e a Caixa Econômica Federal

Quatrocentas e oitenta famílias, entre inscritas na fila da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) e moradores de áreas de risco, estarão na sede da companhia nesta quarta (04) e quinta-feira (05) para assinar os contratos de financiamento que garantem o acesso à casa própria. Elas fazem parte de um contingente de mil famílias que vão morar nos Residenciais Aroeira e Imbuia, empreendimentos construídos no Santa Cândida para famílias com renda até R$ 1,6 mil.

Os conjuntos integram o programa habitacional do município e são resultado de parceria entre a Cohab e a Caixa Econômica Federal. Os dois empreendimentos representam investimentos de R$ 54,8 milhões, recursos do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal.

A assinatura de contratos de financiamento é a etapa que antecede a entrega das chaves e está sendo feita gradativamente. Nas próximas semanas, as outras 520 famílias que receberão unidades nos empreendimentos serão chamadas para formalizar a aquisição. A  previsão é iniciar, também de forma gradativa, a entrega dos empreendimentos este mês.

As famílias que assinaram contratos vão pagar prestações equivalentes a 5% da renda (entre R$ 25 e R$ 80), pelo prazo de 10 anos. Após este período, o imóvel estará quitado por um valor total de R$ 9,6 mil.

“O valor dos imóveis é de R$ 55 mil, mas estas famílias recebem um forte subsídio do governo federal para que as condições de aquisição sejam facilitadas. Desta forma possibilitamos o acesso à casa própria para a população de menor renda”, explica o presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues.

O Residencial Imbuia vai atender os inscritos na fila. O conjunto é formado por 35 blocos com 16 apartamentos cada, o que totaliza 560 habitações. Já o Residencial Aroeira, com 440 unidades, será destinado para moradores que serão transferidos de condições precárias em ocupações irregulares. As moradias estão divididas em 30 casas adaptadas para pessoas com deficiência, 122 sobrados e mais 18 blocos de 16 apartamentos cada.

Os conjuntos contam com salão de festas com churrasqueira, áreas de estacionamento, parquinho infantil, guarita, e central de gás. A Prefeitura investiu R$ 3,4 milhões na pavimentação de 2,9 quilômetros das vias que dão acesso aos empreendimentos. Os projetos dos empreendimentos incluíram a preservação de um bosque de mata nativa, além da reserva de áreas para construção futura de duas escolas (uma estadual e uma municipal) e uma creche.

Conquista – O padeiro Reginaldo Camargo, 36 anos e sua esposa Valdirene, 34, acabam de conquistar o seu primeiro imóvel próprio, após 10 anos juntos. Neste período, pagaram aluguel nos cinco primeiros anos, depois passaram a viver de favor, no terreno do pai dele, onde estão até hoje. A alegria, logo após assinar o contrato, ele não conseguiu descrever. “Não tenho palavras para explicar. É uma sensação de vitória. Pagar pelo que é nosso e poder viver sem depender de ninguém. Estamos muito felizes”, disse ele.

O casal vai pagar prestação de R$ 55 para morar com os três filhos em um apartamento de dois quartos. “Adoramos o apartamento, é lindo, tem até o piso de cerâmica. O conjunto também é ótimo, tudo bem arrumado. Mas a melhor coisa é a segurança de poder deixar as crianças brincando no condomínio”, completou ela.

Outra que garantiu o acesso a um imóvel próprio foi a aposentada Maria Aparecida da Silva, 67 anos. Atualmente ela mora com a filha e as netas em uma casa no CIC. “Falta espaço na casa e acabo me sentindo atrapalhando as meninas. Elas nunca disseram isso, mas com o apartamento novo vai ficar melhor para todo mundo”, afirma.

Maria ficou na fila apenas três meses após efetivar a sua inscrição na Cohab. Como os demais moradores do Residencial Imbuia, ela foi sorteada para aquisição de unidade, conforme determinam as regras do governo federal para o programa Minha Casa, Minha Vida.

“Dei sorte em ser contemplada logo. Eu sempre dizia que achava que ia morrer sem ter minha casinha própria. Ainda bem que eu estava enganada. Consegui apartamento no térreo para não precisar subir escadas e adorei o conjunto. É um lugar bem tranquilo para levar os dias”, encerra.
 

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera