Publicado em 8/19/2014 5:33:04 PM

Emoção marcou o sorteio de 120 apartamentos na Cohab

Uma das contempladas estava presente no auditório e aos 64 anos vai conquistar sua primeira casa própria

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) realizou nesta terça-feira (19), um sorteio para definir a destinação de 120 apartamentos do programa habitacional do município. As unidades, que estão em construção no bairro Tatuquara, fazem parte do Residencial Theo Atherino e serão destinadas a famílias com renda de até R$ 1,6 mil.

Entre os nomes sorteados apareceu o da aposentada Maria Alice Scheuer, 64 anos, que estava presente no auditório da Cohab na ocasião do sorteio. Ela não conteve a emoção e chorou, aplaudida pelas 170 pessoas presentes. “É muita alegria, nem consigo acreditar. Vai ser a minha primeira casa própria, passei a vida toda pagando aluguel. Ainda não caiu a ficha do que aconteceu”, destacou.

Maria Alice mora sozinha em uma pequena casa no Cajuru, onde paga R$ 600 mensais de aluguel. No apartamento novo a prestação não vai ultrapassar R$ 80. “Com esse dinheiro que vai sobrar vou quitar as minhas dívidas e não vou mais precisar fazer empréstimos. Há três anos enfrentei um câncer de mama e cheguei a pensar que nunca teria a minha casa. Venci a doença e hoje estou ganhando mais uma batalha na minha vida”, disse com a voz embargada.

Participaram do sorteio, realizado em reunião pública no auditório da Cohab, 38.637 inscritos que estavam enquadrados nos critérios de atendimento do programa Minha Casa Minha Vida. O método de seleção por sorteio é uma determinação do governo federal, conforme estabelece a portaria 595/2013, do Ministério das Cidades.

O sorteio foi acompanhado por uma empresa de auditoria externa contratada pela Cohab. O processo de seleção ocorreu por meio de um programa informatizado criado pelos técnicos da área de informática da Companhia. A relação dos sorteados está disponível para consultas no link .

Critérios – As 38,6 mil famílias participantes do sorteio foram identificadas no cadastro da Cohab entre inscritos que declararam residência em Curitiba a apresentavam pelo menos um dos seguintes critérios: são chefiadas por mulheres; desabrigadas de áreas de risco ou insalubres; enfrentam situação de vulnerabilidade e são assistidas pela rede de proteção social do município; têm entre seus membros pessoa com deficiência; têm no mínimo um dependente com menos de 18 anos; ou comprometem parte do orçamento com o pagamento de aluguel.

Para classificação dos candidatos ao sorteio foram consideradas inscrições ou atualizações de cadastro feitas até o dia 31 de julho. Para ocupar os 120 apartamentos foram sorteados 240 inscritos – metade dos nomes são os cadastros preferenciais e a outra metade fica como cadastro de reserva.

Os sorteados para a reserva não tem atendimento garantido. “Eles serão chamados para ocupar uma das unidades, caso haja algum empecilho na documentação de um preferencial. Existem pessoas que declaram informações inverídicas no ato da inscrição e depois não conseguem comprovar quando são convocadas. Para situações assim é que sorteamos um cadastro de reservas", esclarece Rodrigues.

As famílias contempladas no sorteio serão comunicadas oficialmente do resultado através de e-mail, telefone ou correspondência. Elas serão convocadas para reuniões explicativas com técnicos da Cohab e da Caixa, onde receberão informações sobre o conjunto e as condições de financiamento. No dia 01/09, às 9h, é a vez dos cadastros preferenciais e no dia 02/09 no memso horário, acontece a reunião com os reservas. Ambas no auditório da Cohab.

Empreendimento - Os 120 apartamentos que foram sorteados fazem parte do Residencial Theo Atherino, conjunto que está em obras no bairro Tatuquara e vai contar ao todo com 240 imóveis. A outra metade será destinada para reassentar famílias que vivem em situação de risco social em ocupações irregulares espalhadas pela cidade.

O investimento na obra é de R$ 16 milhões, dos quais R$ 15,3 milhões são oriundos do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), do governo federal e R$ 720 mil advém do governo do estado. O condomínio será formado por 15 blocos com quatro pavimentos cada e vai contar com salão de festas, parquinho infantil, área de estacionamento e recreação.

Os apartamentos têm dois quartos e terão custo unitário de R$ 67 mil, porém as famílias receberão subsídio para a compra. Segundo as normas do programa federal para esta faixa de renda, os beneficiados pagarão prestações mensais que não podem ultrapassar 5% da renda familiar, ou seja, valor máximo de R$ 80, pelo prazo de dez anos. Após este período o imóvel estará quitado, pelo valor de R$ 9,6 mil.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera