Publicado em 10/16/2014 5:07:15 PM

Mais 28 famílias saem de situação precária e recebem casas novas no Uberaba

Os moradores estão sendo transferidos da Vila Icaraí para o empreendimento Moradias União Ferroviária

Após uma década de dificuldades vividas em área de risco, esta quinta-feira (16) ficará marcada na memória do casal Agnaldo Nunes Fernandes, 59 anos e Sayonara Aparecida Fernandes, 46. Eles foram transferidos da moradia insalubre em que viviam na Vila Icaraí, no Uberaba, para uma casa nova construída no empreendimento Moradias União Ferroviária, situado nas proximidades da ocupação irregular. Além do casal, outras 27 famílias estão sendo reassentadas no mesmo conjunto pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab).

A Vila Icaraí é parte integrante do chamado bolsão Audi, um complexo de oito vilas localizadas entre a BR-277 e a avenida das Torres, tendo como divisas o rio Iguaçu, de um lado, e a via férrea, do outro. A área é sujeita a alagamentos e também é afetada pela faixa de domínio da ferrovia.

Por isso, a melhora na qualidade de vida é a principal razão para a alegria de Agnaldo e Sayonara. De tanto entrar água na casa onde moravam, as paredes estavam apodrecendo e havia mofo por tudo. “Foram anos e anos com a água entrando e como batia pouco sol a casa foi ficando cada vez mais úmida. Tinha umidade até no chão e sabemos que isso é péssimo para a saúde. Além do medo de cair uma das paredes, que também nos tirava o sossego”, conta ela, que é auxiliar de cozinha.
 

A mudança aconteceu nesta quinta-feira, mas o trabalho na casa nova já havia começado antes. Quando receberam as chaves no mês passado, eles aproveitaram para colocar o piso cerâmico e dar um novo colorido às paredes internas. “Nos esforçamos para aprontar a casa o quanto antes, porque a gente queria mudar logo. O objetivo é sempre melhorar de vida e aqui sem dúvidas estamos morando melhor”, ressalta Sayonara.

Junto com o casal vão morar as duas filhas de 19 e 14 anos. A mudança é apenas o início desta nova etapa da vida. A família já possui os tijolos para ampliar a cozinha e construir o muro em volta do novo terreno. “Minha casa era antiga e úmida, mas a cozinha era grande. Estamos acostumados com isso, então vamos aumentar a nossa aqui na casa nova”, diz.

Já a dona de casa Cristiane de Fátima, 40 anos, está morando no União Ferroviária com o esposo e os cinco filhos desde o início do mês, após viver por quatro anos na Vila Icaraí. Para ela, a maior vitória é saber que o terreno estará em seu nome. “Gostei da casa nova, é ótima, mas a principal satisfação é ter a certeza de que estamos morando no que é nosso. Na invasão a gente não podia fazer melhorias na casa porque não tinha documento dizendo que era nossa. Aqui tenho liberdade de ampliar e construir nos fundos. É uma conquista que vai ficar depois para os filhos”, afirma.

Projeto – O empreendimento Moradias União Ferroviária está sendo construído em área próxima ao Parque da Imigração Japonesa como parte do projeto de urbanização do chamado bolsão Audi-União. Com a entrega destas 28 unidades chega a 449 o número de famílias atendidas, das 462 que estão previstas para morar no novo conjunto. A implantação do Moradias União Ferroviária significa um investimento de R$ 10,2 milhões, com recursos da Prefeitura e dos governos federal e estadual.

Para melhorar a condição de vida da população reassentada e das demais famílias que vivem no local, a Prefeitura ampliou a rede de serviços e equipamentos públicos da região. Foram instaladas duas creches, uma escola municipal, duas unidades de atendimento da FAS e uma sede do projeto Portal do Futuro, que oferece atividades esportivas e artísticas para a juventude. Na vizinhança, existem duas unidades de saúde.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-413233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera